Quando decidimos viajar para dentro, compramos uma passagem só de ida rumo ao autoconhecimento, e essa, é uma viagem sem volta!

E quem disse que queremos voltar?

Estamos todos vivendo, constantemente, inquietos, e o forte incômodo que vem de dentro é comum entre nós!

Nos sentimos insatisfeitos, procuramos a felicidade a qualquer custo, pois estamos cansados de viver uma vida que não faz sentido algum.

Conflitos de ideias, ideologias vazias, carências afetivas, traumas de infância, relacionamentos falidos, vida profissional desgastante… motivos existem aos montes para nos sentirmos esgotados e querermos fugir de onde não se deve fugir: o nosso lar interno!

A maioria deseja ardentemente conquistar as veredas da própria felicidade, acreditam que para serem felizes é preciso que mudanças externas aconteçam, que o emprego melhore, que o chefe se transforme em um anjo caridoso, que o marido ou a esposa seja isso ou aquilo, que a família os compreenda, mas não se preocupam em fazer, criar, produzir, e transformar a única coisa que realmente lhes pertencem: o seu próprio ser!

Quando entendemos que o poder de transformação da nossa própria vida está em nossas mãos, começamos a traçar rotas alternativas, a buscar conhecimentos edificantes, e a engatinhar pelas trilhas esburacadas do autoconhecimento.

Pouco tempo depois que decidimos enveredar por esse caminho, percebemos que não é possível seguir por ele munidos de um OFF Road, que nele, nem os melhores equipamentos disponíveis no mercado funcionarão perfeitamente se não nos dedicarmos integralmente ao maior de todos os objetivos desse percurso: a reforma íntima!

Esgotados de tanto tentar fugir do nosso ambiente interno, começamos a planejar viagens em busca de algo que não sabemos mensurar, mas algo nos diz que, esse algo, parece ser fundamental para a nossa saúde mental.

Alguns, gastam rios de dinheiro atrás de alegrias frívolas que evaporam rapidamente! Mas já somos muitos os que acordamos para o fato de que a felicidade que tanto procuramos se encontra dentro de nós!

E é nesse momento que entendemos o verdadeiro significado e a profunda importância de dedicarmos a nossa vida ao “autoconhecimento”!

Não vou te enganar não, o caminho que leva ao autoconhecimento é cansativo, muitas vezes dolorido, e muita gente abandona o barco, grita por socorro e infla o bote salva vidas, com medo de tudo que começa enxergar dentro de si.

Iluminar as sombras que cultivamos por tantos anos dentro de nós é trabalho para gente disposta! E é tão bonito ver a transformação interna e a felicidade que nasce no decorrer desse processo!

Há algum tempo conheci uma menina/mulher muito competente, super realizada profissionalmente, que demonstrou ser uma amiga gentil e uma pessoa completamente consciente, ela se chama @thaiscarolli mas como todos nós, ela sentia que muita coisa estava errada, a diferença dela para as outras pessoas que também percebem que tudo está bem errado, é que ela decidiu parar de culpar os outros, e resolveu enfrentar esse desafio de conhecer quem realmente ela era, e o que ela podia fazer por ela mesma!

LEIA TAMBÉM:
Primeiro cure as suas dores emocionais, depois, aprenda a amar de verdade
O AMOR DE JESUS VAI CURAR A SUA ALMA
Mude a pessoa que você vê no espelho e verá o seu mundo mudar
“Porque para aquele que tem gratidão, mais motivos para ser grato lhe será dado!”

Já há algum tempo também, ela vem me dando ótimas lições de empoderamento e força de vontade. É, sem dúvida um exemplo para todos nós.

Ovolacteovegetariana desde 2013 e sempre curiosa estudando assuntos de cunho espirituais, resolveu embarcar para a Tailândia sozinha!

Decidiu que era hora de enfrentar seus medos e de encarar a sua própria companhia. Já simpatizante da meditação e, depois da yôga em 2017, intensificou os estudos, e embarcou nessa incrível viagem com o forte intuito de se autoconhecer.

Quando ela voltou, timidamente algumas mudanças começaram a acontecer dentro dela!

Primeiro, um pouco antes de viajar, uma gatinha, que ela deu o nome de Shanti, apareceu na rua precisando de cuidados e ela resolveu levá-la para casa!

As duas não se davam muito bem, e ela ainda achava que ter adotado a gatinha poderia ter sido um grande erro, mesmo assim, embarcou para a Tailândia e quando ela voltou, por incrível que pareça, a Shanti passou a ser um dos grandes amores da sua vida!

Foto: Shanti/Thais Carolli

Eu presenciei um pouco dessa relação que também a transformou profundamente!

Muitas mudanças positivas começaram a serem colocadas em prática instintivamente, e no início desse ano, ela decidiu parar de beber bebidas alcoólicas!

Foi extremamente difícil essa fase, mas ela sobreviveu aos comentários, aos que acreditavam que ela estava exagerando no processo, aos amigos que queriam que a antiga Thais voltasse, e com muita força de vontade, hoje, é notável a felicidade estampada em seu sorriso que quase nunca desaparece de seu rosto!

E após um ano dessa viagem enriquecedora, que foi meramente uma motivação para o inicio de uma transformação efetiva (obs: você não precisa viajar para Tailândia para viajar para dentro de si, ok? Mas se puder, vá, é incrível!), ela postou no seu perfil do Facebook essa declaração a baixo, que foi o motivo desse textão, e que me fez entender que o caminho do autoconhecimento nunca será igual para todos, mas que é essencial… para todos…, é!

Ela escreveu:

“Quando planejei essa viagem, ela era completamente diferente do que foi na prática.
Sempre que revisito isso sinto uma imensa alegria.
Nós não temos o controle de nada, por isso é tão importante estarmos à disposição do fluxo de energia vital disponível no universo.
Minha ida até a Tailândia em 2018 foi o marco inicial da minha jornada para dentro, precisei encarar meu medo de viajar sozinha e ir tão longe para descobrir que a viagem mais desafiadora ainda estava por vir.
Atualmente viajo todos os dias para dentro de mim através da meditação e percorrer meus mundos internos tem sido muito desafiador.
Que experiência valorosa!
Quanto aprendizado!
Não tem viagem mais marcante que a do autoconhecimento”,
finalizou.

Viajar sozinha para dentro de si é o único caminho para a verdadeira felicidade!

Se permita! E inspire-se nas fotos da Thais:

 

 

Muitas vezes precisamos de um empurrãozinho para fazer a maior viagem das nossas vidas!

Você acha que está na hora de começar a planejar a sua?

Existem coisas nessa vida que só a gente mesmo pode dar um jeito, mas só conseguimos efetivamente consertar os trilhos para que o nosso trem pare de descarrilhar, quando nos permitimos realizar essa viagem interna, quando buscamos e nos dedicamos ao autoconhecimento!

E quem já enveredou nessa jornada impactante comprova que não existe e nunca existirá viagem mais marcante e transformadora, pois só a viagem de autoconhecimento nos ensina a ser melhores pessoas, a contribuir para o mundo positivamente, a desenvolver um amor por nós mesmos e por tudo que existe! E depois de aprender tudo isso, é impossível continuar se sentindo infeliz!

Porque essa viagem limpa nossas memórias de dor, ela nos reintegra e nos empodera, nos motiva ao amor próprio e a caridade, nos mostra que o mundo fica melhor quando somos melhores, e nos condiciona a nutrir, diariamente, a nossa saúde emocional!

E é por esse caminho que a gente encontra a verdadeira felicidade!

A felicidade não está nos outros, nas situações externas, nos bens materiais… Ela mora dentro de nós!

É preciso mapear o território para não se perder, e ser fiel ao seu guia interno para que ele te ensine a se perdoar e a perdoar o passado, estar plenamente inteiro no presente, e a deixar o futuro lá onde ele está, bloqueando a incômoda ansiedade! Fácil? Ninguém disse que é! Mas que é extremamente necessário, é!

E aí? Se convenceu? Bora embarcar nessa viagem também?

FOTOS: FACEBOOK/THAIS CAROLLI

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Iara Fonseca
Jornalista, poeta, educadora social, fundadora e editora de conteúdo do Rede de Ideias: PRODUÇÃO DE CONTEÚDO. Seu interior é intenso, sempre foi, transforma suas angustias em textos que ajudam muito mais a ela própria do que a quem lê. As vezes se pega relendo seus textos para tentar colocar em prática aquilo que, ela mesma, sabe que é difícil. Acredita que viemos aqui para aprender a ser, a cada dia, um pouco melhor, para si mesmo, e para o outro!