Engordei 4 quilos em 2 meses. Demorei 60 dias para me pesar porque nem lembrei disso. Porque não tive tempo de pensar nisso.

Passei do prazo de fazer os exames de saúde básicos. Ginecologista, cardiologista etc. Tem uma atraso aí de uns 6 meses. Não consegui parar pra pensar nisso.

Estou devidamente matriculada na hidroginástica há 2 meses. Apareci por lá no máximo 5 vezes. Não encontrei ânimo pra caminhar 6 quadras pra chegar na piscina. Nem ânimo, nem tempo.

Morro de saudades de amigos que não tenho tido tempo de encontrar pessoalmente. O whatsapp dá uma ajudinha, mas a saudade tem a ver com troca de energia, e isso não tem como ser feito pelo teclado do celular.

Não estico meu tapetinho de yoga há muitos dias. Acendo o incenso e, ao invés de meditar, vou fazendo coisas automaticamente. Não paro para prestar atenção nos mantras nem consigo fechar os olhos e silenciar. Não dá tempo.

O cansaço acumula porque, muitas vezes, somos negligentes com nosso próprio eu. O corpo sai resolvendo problemas, obrigações do dia a dia, correndo contra o tempo porque 24 horas não basta. Vivemos no piloto automático, não há tempo a perder.

E perdemos muito. Não só o tempo, mas o momento precioso de estarmos sozinhos apenas com nossos pensamentos, respirando da forma correta e não desesperada como no dia a dia. Perdemos sorrisos, toques, abraços, saúde.

Negligenciamos nossa própria vida sem nos dar conta de que o tempo passa rápido mesmo, mas nunca será gasto a toa quando dedicado a nós mesmos.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Aline Rollo
Reflita, conheça, viaje, utilize, se doe, se ame, perdoe, divirta-se, viva.