Vovô visita o túmulo de sua esposa todo Natal há 5 anos para conversar com ela.

Casamentos de longa duração são cada vez mais raros, já que passar a vida inteira com alguém não é uma tarefa fácil. Mas também é muito difícil quando o casal, depois de muitos anos juntos, tem que se separar por motivos além de suas forças, como quando um dos dois deixa este mundo.

Sem dúvida, um turbilhão de lembranças, resquícios de bons momentos, se misturam na mente de quem ficou sozinho, a dor é muito forte, e muitas vezes, parece que nunca vai passar.

Esse sentimento de partir o coração foi capturado pelo comediante brasileiro Ryan Icaro, que se deparou com uma cena triste e comovente em um cemitério em Palmeira dos Índios.

Ryan estava passando pelo cemitério quando viu um senhor sentado em uma cadeira de plástico ao lado do túmulo de sua ex-mulher.

O desânimo do homem pode ser visto no vídeo, a sua tristeza é quase palpável, pois sua cabeça está baixa e o chapéu nas mãos demonstra um gesto de profunda tristeza.

Segundo o comediante, o homem visita o túmulo de sua esposa há cinco anos, em todas as datas importantes, como Natal e Ano Novo, para conversar com ela.

Todos os anos ele passa o Natal com sua esposa e, como ela não pode estar com ele, ele vai até ela.

vovo-no-tumulo

Sabemos bem muitos idosos preferem não falar o que sente, mas dizem tudo com o seu silêncio, é como se pudessem se entender com pequenos gestos e saber o que o outro está pensando, por isso, a perda de um companheiro de vida e a casa vazia não é fácil de superar.

Diz-se que a morte é um costume que nunca se acostuma e esse avô sabe muito sobre isso, mas uma conversa solitária com sua falecida esposa sempre alivia um pouco a dor.

Por fim, o comediante brasileiro deixou um recado após presenciar a cena do avô melancólico:

Assista:

*DA REDAÇÃO SAG.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

RECOMENDAMOS









Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!