Você nunca precisará forçar o que for seu de verdade!

O que tem que ser, acontece sem precisar forçar nada. Quando as pessoas têm afinidades verdadeiras, elas se unem sem esforço. As conexões se fortalecem. E o “destino” se cumpre.

Mesmo que o ciclo humano natural nos leve a mudanças constantes, e sempre estamos em êxodos e contínuos deslocamentos, os relacionamentos e situações que precisam ficar, sempre ficam, e não há a necessidade de forçar amores, trabalhos, e caminhos, tudo acontece e se encaixa naturalmente.

O que é de verdade simplesmente acontece, e com a maturidade aprendemos a deixar ir o que não serve mais, e a nos abrir a tudo o que é verdadeiro.

Essa tal maturidade consiste em utilizar a inteligência como uma habilidade mental para aprender com a experiência. A gente aprende a se adaptar a novas situações. A gente compreende e gerencia conceitos antigos e um tanto quanto abstratos, e usa o conhecimento adquirido e as lições da vida para nos autoconhecer e aceitar a vida como ela é.

A base dessa evolução está nas relações, seja relação sujeito x objeto, e/ou sujeito x sujeito.

Quando estamos prontos para viver aquela situação relacional, o grande caleidoscópio da vida colabora para o encaixe perfeito das figuras em ação, nesse grande quebra cabeça que é a vida. E estamos sujeitos a ação e reação.

Todo ser humano é singular misturado ao plural do mundo.

Conter e estar contido em situações rotineira, cotidianas, requer responsabilidade afetiva e o desenvolvimento da maturidade emocional.

Tudo nessa vida está intrinsicamente ligado aos relacionamentos que travamos e suas qualidades, o que nos leva a uma saúde integral a um adoecimento generalizado.

As relações equilibradas e saudáveis nos elevam na escala humana, fazendo com que os acasos aconteçam em fendas abertas pelo destino.

Estamos afinal todos em rota de colisão, que sejam encontros positivos e produtivos.

Somos todos seres de afetos, o quanto você afeta e quanto é afetado pelo círculo relacional, construindo o grande comboio social da corrente humana.

O que tem que ser seu, lhe chega e se apresenta em forma de potencial, cabe a você colaborar com a sorte fazendo desse encontro algo profícuo.

Sorte existe, é quando a oportunidade encontra a competência.

Prepare-se, torne-se competente para abraçar o acaso de forma feliz.

Se você estiver no lugar certo, com a pessoa certa, não deixe fechar a janela da oportunidade, fale a coisa certa, pois ouvirá certamente também, a coisa certa.

A vida sempre recompensa quem age a favor de si, e com amor aos outros.

Crescer demanda muito tempo e requer espaço. Use seu percurso para desenvolver e criar trajetos singulares e exclusivos, ligando sua própria subjetividade para atrair situações e pessoas afins.

O que queremos e merecemos chegará junto com a nossa própria evolução.

O que é seu, conhece o seu endereço, mas para que você o receba, você precisará ser e se fazer merecedor.

*Foto de Joanna Nix-Walkup no Unsplash *texto de Fabiano de Abreu – Doutor e Mestre em Psicologia da Saúde pela Université Libre des Sciences de l’Homme de Paris; Doutor e Mestre em Ciências da Saúde na área de Psicologia e Neurociência pela Emil Brunner World University;Mestre em psicanálise pelo Instituto e Faculdade Gaio,Unesco; Pós-Graduação em Neuropsicologia pela Cognos de Portugal;Três Pós-Graduações em neurociência,cognitiva, infantil, aprendizagem pela Faveni; Especialização em propriedade elétrica dos Neurônios em Harvard;Especialista em Nutrição Clínica pela TrainingHouse de Portugal.Neurocientista, Neuropsicólogo,Psicólogo,Psicanalista, Jornalista e Filósofo integrante da SPN – Sociedade Portuguesa de Neurociências – 814, da SBNEC – Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento – 6028488 e da FENS – Federation of European Neuroscience Societies-PT30079.
E-mail: deabreu.fabiano@gmail.com

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Fabiano de Abreu
Fabiano de Abreu Rodrigues é psicanalista clínico, jornalista, empresário, escritor, filósofo, poeta e personal branding luso-brasileiro. Proprietário da agência de comunicação e mídia social MF Press Global, é também um correspondente e colaborador de várias revistas, sites de notícias e jornais de grande repercussão nacional e internacional. Atualmente detém o prêmio do jornalista que mais criou personagens na história da imprensa brasileira e internacional, reconhecido por grandes nomes do jornalismo em diversos países. Como filósofo criou um novo conceito que chamou de poemas-filosóficos para escolas do governo de Minas Gerais no Brasil. Lançou o livro ‘Viver Pode Não Ser Tão Ruim’ no Brasil, Angola, Espanha e Portugal.