Você é linda sim, assim, do jeito que Deus te fez.

Com todos estes defeitos invisíveis pra mim, com todas essas dúvidas que você tem, se é que você ainda tem alguma dúvida.

Com toda sua bagagem, sonhos e planos, você é linda!

Você é linda sim, de bom humor, de mau humor, com a cara amassada quando acorda de manhã, com os cabelos despenteados e sem maquiagem.

Você é linda sim, quando usa seus vestidos pretos que tanto gosto, gosto daquele azul também, mas é linda também com aquela saia jeans esfarrapada e descalça dentro de casa.

Você é linda quando faz as unhas, mas é linda também com elas descascadas, não se preocupe, eu olho, mas nem vejo.

Você é linda quando se vira pro lado, arqueia sobrancelha e me olha com cara de desconfiada, aquela cara debochada que só você sabe fazer.

É linda quando está feliz, com o sorriso de orelha à orelha, mas se te contar que te acho linda quando está triste também, você não vai brigar comigo, vai?

É que você é linda pra mim de qualquer jeito, e esse jeito seu virou vício, e eu não consigo ver nada feio em você, porque meu coração só enxerga o que é belo, e há tanta luz em ti, que ofusca qualquer imperfeição que exista.

Você é linda sim, de um jeito ou de outro, porque no fundo, você é unica e inigualável pra mim.

Você, é linda sim.

Talvez, meu bem, até exista algo maior do que isso, algo mais profundo, mais intenso, algo que minha natureza humana ainda desconheça.

Não sei se ainda me falta viver outras vidas, outros lugares, ter outras tentativas de poder entender que existem mais coisas além de todas aquelas reunidas em uma só, das quais eu sinto.

Talvez, eu ainda não reconheça o tamanho da grandeza que já tenho em minhas mãos agora, e que isso me faça todos os dias desmontar o quebra cabeças e remontar tudo de novo, só pra ver como foi que aquelas peças se encaixaram, e, mesmo assim, eu nunca entenda o porquê de tudo isso.

Só sei que se existe algo mais complexo e mais bonito do que o amor, Deus ainda não me mostrou.

Eu já tentei muitas vezes, mas acho que nunca consegui dizer nada daquilo que de verdade eu sinto.

Sei la, talvez nem eu mesmo saiba o tamanho da dimensão de tudo isso, então, como te fazer entender coisas que nem eu sei explicar?

Como conseguir fazer com que você se veja através de mim, sendo que, na maioria das vezes você ocupa muito mais espaço do que meu coração suporta, e quase sempre escapa de mim?

Gostar de você eu gosto, e gosto muito, e às vezes gosto tanto que nem sei mais em qual mundo fico, no seu ou no meu.

No fundo mesmo, acho que quando a gente gosta de alguém assim perdemos o limite da margem, e estendemos a nossa vida até o coração do outro.

Não, não é querer ser dono de nada, é apenas admirar cada pedacinho de chão que o outro pisa.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Ricardo Ferraz
Pessoa comum, que gosta do trabalho, daquilo que faz, e sempre faz tudo com muito amor. Casado, pai de duas crianças lindas, e que, se dedica a escrever sobre a vida, nossas desilusões e aspirações, nas horas vagas, por amor a escrita, e acreditar que o amor é a nossa única e maior salvação. Escrever é liberdade!