Ucrânia convoca mães para buscarem soldados russos capturados. Exército ucraniano afirma ter feito dezenas de prisioneiros; e soldados russos serão soltos mediante a presença de suas mães.

O Exército ucraniano convidou, nesta quarta-feira(2), as mães dos soldados russos capturados a irem buscá-los na Ucrânia. A ação do governo da Ucrânia parece tentar envolver as famílias de uma forma mais emocional, onde mães, poderiam ter que buscar os filhos mortos, mas estão sendo devolvidos com vida.

No sétimo dia da invasão da Rússia a Ucrânia, a qual afirma ter feito dezenas de prisioneiros, essa foi a notícia divulgada para a imprensa mundial.

“Foi decidido entregar os soldados russos capturados às suas mães, se elas vierem buscá-los na Ucrânia, em Kiev”, disse o Ministério ucraniano da Defesa em um comunicado.

A Ucrânia afirma ter capturado dezenas de soldados russos, e há imagens publicadas por telefones celulares mostrando jovens uniformizados, assustados, sem suas armas.

Kiev tenta sensibilizar a opinião pública russa sobre a invasão, abrindo uma linha telefônica para os pais ligarem para perguntar sobre o destino de seus filhos no “front” de batalha e descobrir se estão mortos, ou se foram capturados.

O Ministério da Defesa da Ucrânia dispõe de linhas telefônicas e outros canais, pelos quais recebe informações sobre russos capturados, e disse que as mães serão recebidas na capital, se quiserem procurar seus filhos.

“Vocês serão recebidas e levadas para onde seus filhos serão devolvidos a vocês”, prometeu o Ministério.

“Ao contrário dos fascistas de Putin, nós, ucranianos, não estamos travando uma guerra contra as mães e seus filhos capturados”, frisou.

soldado-russo-se-rende-@lapatina_
Foto: Soldado Russo, acolhido por civis ucranianos, recebe alimento e consegue ligar para a mãe/Reprodução Twiter @lapatina_

De acordo com outro perfil Ucrâniano, outro jovem russo chegou a falar para a mãe que “foi enviado para a morte’.

Ao mesmo tempo que o jovem conta a mãe por tudo o que passou, o militar russo pede à mãe que se candidate à “União das Mães” na Rússia e implora para que não conte toda a verdade sobre a guerra na Ucrânia, para não cair sob a repressão dos serviços secretos russos.

Pelo que parece, a Ucrânia, além de estar resistindo bravamente, ainda tenta ser uma mãe zelosa para os filhos de Putin, que precisam ser acolhidos e educados através do amor.

*DA REDAÇÃO SAG.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

RECOMENDAMOS









Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!