“Tenho 40 anos e tenho apenas um amigo próximo e eu percebi que é o suficiente!”

Meu círculo de amizade tem diminuído constantemente e com o distanciamento social percebi que tenho apenas um amigo próximo.

Essa constatação me fez pensar: Quantos amigos você precisa para ser feliz?

Essa é a pergunta que eu estou me perguntando esta tarde, depois que uma amiga partiu para longe.

As amizades de adultos são diferentes e nem sempre fáceis.

Espera-se que nos encaixemos em suas vidas ocupadas. E, depois de algumas experiências exaustivas com amigos nos últimos anos, acho que meu círculo de amizade acabou.

A ideia de investir tempo e energia na construção de outra amizade íntima não faz muito a minha cabeça agora.

Há momentos em que um amigo próximo na vida real é o suficiente. Estou preocupada em me arrepender de meu isolamento, mas estou tão cansada de tentar uma aproximação real, que já desisti.

“Você acha que precisa encontrar mais alguns amigos?” meu marido perguntou há alguns meses, quando percebeu que eu não tinha mais contato com amigos com a frequência de antes.

Depois que o COVID foi controlado muitas pessoas sentiram o desejo de mudar o cenário e mudaram de cidade.

É claro que pessoas se mudando não significa que deixem de ser amigas, mas nunca fui muito bom em manter amizades a distância.

Você também precisa que os amigos próximos saiam para tomar um café com você, ver um show ou sair por aí para ver o pôr-do-sol – todos nós sabemos agora como as interações pessoais são valiosas. As chamadas de zoom não são exatamente iguais.

O estranho é que estou meio aliviada.

Minha saúde mental está péssima este ano. Eu tenho um distúrbio imunológico e alguns anos tenho uma série de doenças consecutivas. Como escritora e mãe que estuda em casa, tenho uma agenda super apertada.

Também sou recém-casada. Acabamos de atingir nossa marca de sete meses e novos casamentos sempre levam um pouco de tempo de ajuste.

As amizades são importantes para mim e sempre priorizo ​​um hangout com um amigo em vez do trabalho. Quando minha amiga veio hoje, eu estava trabalhando, mas parei instantaneamente e passei um tempo com ela.

Esse é um dos bônus do trabalho flexível. Mas quando penso em procurar e construir uma nova amizade, fico enjoada. Eu confio nas pessoas que tenho em minha vida agora, elas são incríveis, mas não tem sido assim há muitos anos.

Um estudo que li recentemente diz que “Adultos que estão mais conectados socialmente são mais saudáveis ​​e vivem mais do que seus pares mais isolados”. Mas eles também apontam o outro lado.

“Embora as relações sociais sejam a fonte central de apoio emocional para a maioria das pessoas, as relações sociais podem ser extremamente estressantes.”

Eu tenho um padrão de atrair um certo tipo de amigo que parece ótimo e depois acaba sendo tóxico e desgastante.

Ainda me sinto muito vulnerável com isso. Sei que atrai essas pessoas porque tenho lutado para colocar limites entre outras coisas e não sei se aprendi o suficiente para evitar cometer os mesmos erros.

Nos últimos anos, divorciei-me e casei-me novamente, e expulsei muitas pessoas tóxicas da minha vida. Eu quero fazer outro amigo agora? Não tenho certeza se quero.

Tenho certeza de que não sou só eu.

Muitos de nós estão se sentindo esgotados e exaustos agora. Talvez seja bom que nossos círculos sejam pequenos e gentis por um tempo. Talvez haja momentos em que você possa dar um passo para trás e respirar.

“Globalmente, os funcionários estão mentalmente e emocionalmente exaustos e estarão terminando o ano civil com muito pouco para dar”, afirma um relatório do ano passado.

É compreensível se você ainda não se recuperou do baque da pandemia.

Você pode preencher as lacunas sociais com amigos online e conhecidos da vida real.

Há algo bom em conversar com o caixa do supermercado local toda semana ou falar sobre o tempo com outra mãe enquanto espera pelos filhos depois da escola. Sem expectativas. Apenas uma interação agradável da qual você pode sair quando quiser.

Amizades íntimas são vulneráveis.

Esperamos que nossos amigos mais próximos compartilhem suas vidas e problemas conosco. Esperamos abertura. Mas às vezes é normal você manter seus verdadeiros sentimentos um pouco mais perto do peito. Há momentos em que você precisa cuidar de você primeiro.

Isso é o que eu decidi, de qualquer maneira. Não há pressão. Um amigo próximo, por enquanto, é o suficiente.

*DA REDAÇÃO SAG.
Postada originalmente no Medium.

Texto escrito por – Kelly Eden é escritora e treinadora de redação e mora na Nova Zelândia. Pronto para contar sua própria história? Obtenha dicas de redação semanais gratuitas.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

RECOMENDAMOS









Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!