Tem dias que o sol não nasce sozinho dentro da gente!

Tem dias que a tristeza nos invade à espera de um sorriso que afague… e a alma chora praticamente sem motivo!

Tem dias que tentando analisar a fundo o que se passa dentro, acabamos entendendo o que nos deixou infelizes e, geralmente, descobrimos que, a causa dessa angústia toda tem dois nomes: medo e insegurança!

Temos medo de termos nossa felicidade arrancada de uma hora para outra!

Temos medo, mesmo que tudo esteja indo bem, que alguém chegue com o objetivo de perturbar a nossa paz!

Temos medo de tudo continuar indo mal!

Temos medo de não conseguir mudar!

Temos medo de não aguentar certas coisas que nos incomodam muiiiito!

Tem dias que a insegurança alimenta o medo!

Tem dias que é bem difícil se manter positivo, as horas passam e aquilo que perturba alcança o objetivo!

Tem dias que não é fácil fazer cara de paisagem e aceitar calado aquilo que não achamos certo!

Tem dias que aquilo que incomoda, incomoda com mais força!

Tem dias que a raiva nos deixa sem ar e os pés não dão conta de tocar o chão!

Tem dias que a emoção flutua, que os pensamentos costuram a mente que clama por paz, mas mente!

Ora por uma solução diferente!

E o coração implorando que se dissolva o melindre!

Tem dias que a razão só quer afogar as magoas na vida que aprontou mais uma de suas trapalhadas… E deixou a gente assim, sem sol, tentando ascender uma luz aqui dentro!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Iara Fonseca
Jornalista, poeta, educadora social, fundadora e editora de conteúdo do Rede de Ideias: PRODUÇÃO DE CONTEÚDO. Seu interior é intenso, sempre foi, transforma suas angustias em textos que ajudam muito mais a ela própria do que a quem lê. As vezes se pega relendo seus textos para tentar colocar em prática aquilo que, ela mesma, sabe que é difícil. Acredita que viemos aqui para aprender a ser, a cada dia, um pouco melhor, para si mesmo, e para o outro!