Susana Vieira diz que para ser feliz é só “tirar o marido e colocar quatro cachorros no lugar”!

A atriz Susana Vieira, 79 anos, sempre gostou de se casar, e poucas vezes na vida ficou solteira por muito tempo, mas agora, nessa altura da vida, ela afirmou que não pretende se casar novamente. “Prefiro a solidão de um só.”

Em entrevista concedida ao Extra, a atriz disse que as mulheres precisam agir como os homens, arrumar um namoradinho aqui ou ali e só.

“Tira o marido e bota quatro cachorros, você vai ser feliz o resto da vida. Pode ter certeza. Aí arruma um namoradinho aqui ou ali. Como homem faz. Eles descobriram isso e estão cobertos de razão”, afirmou Susana.

Susana parece ter desistido de viver uma união estável, mas disse que, agora pretende priorizar a companhia dos amigos.

“Acho que todos nós ficamos mais sozinhos mesmo com amigos. Estou convidando vários para a peça. Fui ligar para a Vanessa Giácomo e a última ligação era de maio de 2020, não acreditei! Nesse tempo, eu não fiquei ligando, porque vi que não tinha o que falar. Era só coisa de pavor, de tristeza”, contou ela.

Devido a sua luta contra a leucemia, Susana prefere ter cautela, porque muita gente quer ir visitar a atriz.

“Todo mundo quer ir na minha casa me visitar. Tenho menos saúde do que uma pessoa que não tem leucemia. Não posso me esquecer e dar mais chance para a covid-19”, explicou.

Nem todos sabem mas, o nome verdadeiro de Susana é Sônia, e ela revelou que durante a pandemia, a solidão a ajudou a conhecer a verdade a respeito dela mesma, e ela entendeu que dentro dela existem duas, a que conversa muito e a que prefere a introspecção.

“Moro sozinha, mas tenho seis funcionários. Conto tudo para eles. Se estou triste ou não, namorando ou não. Acabam sendo a minha família. E falo o tempo todo com os meus cachorros. Com as paredes, não. Sou muito introspectiva dentro de casa. Sou muito conversadeira para dar entrevista ou na Globo. Mas em casa, sou outra pessoa. Ainda não descobri qual é a verdadeira, deve ser a que mora na minha casa. Ela se chama Sônia”, brincou.

Ela disse que a Sônia que estava escondida dentro dela surgiu claramente durante a pandemia.

“Na pandemia, vi a Sônia aparecendo. Porque eu já sou há 50 ou 60 anos a Susana Vieira. Há uns 20 anos, a Sônia sumiu. Entro em casa Susana e é ela no telefone, na novela, a que acorda com a Globo ligando… A Soninha quase não existiu. Mas a pandemia me afastou da fama, do meu nome na porta do teatro.”

Com todas as dificuldades que precisou enfrentar sozinha, Susana conta que aprendeu a acolher a Sônia porque não tinha nenhum compromisso com a Susana.

“Fiquei olhando a minha casa como dona de casa, vendo as coisas sujas… Porque como Susana Vieira não tem tempo de fazer, é oi e tchau. Virei a Soninha porque não tinha nenhum compromisso com a Susana Vieira. Não precisava estar bonita, arrumada, magra. Deixei ela engordar, eu tinha fome”, confessou.

A atriz nunca escondeu a sua preferencia por homens mais novos, muito mais novos, e durante a vida, por diversas vezes, ela sentiu o preconceito das pessoas.

“As mulheres sofrem preconceito. Já tive várias amigas famosas que falaram que não levam um namoro à frente quando namoram um homem mais novo com medo de comentários, porque não sabem o que o filho e outras pessoas vão falar. E a imprensa é cruel com mulheres também”, afirmou Susana.

Para ela é nítido a diferença de tratamento com os homens.

“Não vejo ninguém ridicularizando homem mais velho porque tá com uma mocinha.” finalizou..

Muitas mulheres concordaram com Susana e a entrevista repercutiu positivamente, já que a maioria das pessoas também acham que é muito melhor ter cachorros a ter marido.

O que você acha disso? Você concorda com a Susana?

*DA REDAÇÃO SAG. Com informações Extra.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

RECOMENDAMOS









Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!