Eu quero lhe dizer uma coisa sobre a dor: outro dia ouvi alguém dizer que para passar, a gente precisa aprender a aceitar nossas marcas, admitindo que elas existem e que doem, até a dor sarar.

Vai doer hoje, amanhã, talvez a semana que vem doa menos. Mas saiba que os machucados fazem parte de você e você não precisa viver se culpando só porque ainda sente como se fosse ontem.

Você fez o que pode e não deve se arrepender por isso. Se alguém não soube compreendê-lo, talvez o erro não esteja em você.

O mínimo que você deve fazer agora é conceber o perdão a si mesmo.

Eu não sei exatamente o que você sente neste momento.

Talvez você esteja mais bagunçado por dentro que a última gaveta do seu armário, mas quanto mais você se apegar a algo que não lhe faz bem, mais difícil vai ser a despedida, mais ainda vai doer, mais complicado vai ser o processo de cura.

Eu posso lhe garantir: você sobrevive. Você supera. Você suporta

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Iandê Albuquerque
Sou recifense, 23 anos, apaixonado por cafés, seriados e filmes de romance, mas amo cervejas e novelas se houver um bom motivo pra isso. Dramático, intenso e extremamente intuitivo. Leio horóscopo, sorrisos e corações partidos. Escrevo cartas e me meto em dar conselhos, - até agora, eles tem servido como remédio pra muito gente.