Será que é possível ser feliz durante uma pandemia?

O excesso de informações negativas estão a desregular os neurotransmissores, mensageiros químicos que controlam nosso humor e isso pode resultar em problemas no futuro.

É como uma água calma em um lago, que quando você joga uma pedrinha faz uma onda que se estende até longe, uma pedra maior uma onda maior e sempre termina em algum lugar, no fim do lago. E quanto maior a pedra, mais rapidamente chega no fim, imagine que este fim, seja um problema mais sério que afete a saúde mental.

Quando desregulamos, mudamos a trajetória e isso é cobrado uma hora.

É como se marcasse em nosso neurônio mais um trauma que nosso instinto deverá trabalhar para resolver e isso transforma a nossa personalidade.

Portanto, neste momento de pandemia, precisamos de coisas boas, bons hábitos, para promover uma melhor saúde mental e lidar, pacientemente, com o momento que vivemos de maneira a sairmos dele sem cicatrizes.

Para isso, seguir essas 5 dicas será fundamental:

Curta a família – Aproveite o momento em família, veja filmes, séries, brinque com as crianças, se divirta no metro quadrado da sua casa pois a segurança, se sentir seguro, libera hormônios do bem estar.

Leitura – Leia bastante, a leitura além de levar a uma outra realidade utilizando a imaginação, também é uma forma de realizar a neuroplasticidade cerebral aumentando o tempo de vida dos neurônios e combatendo ou retardando doenças que causam demência, assim como a leitura traz a sensação de recompensa liberando neurotransmissores como a dopamina.

Pensamento positivo – Controle seu pensamento e a sua imaginação, pense em coisas positivas, crie ideias de coisas boas que possam acontecer ou acontecem e elimine os pensamentos ruins. Isso é um trabalho mental que se faz necessário o uso da inteligência emocional.

Vincule-se a natureza –
Nós viemos da natureza, nosso corpo é formado por componentes da natureza, também temos em nosso cérebro reptiliano, todo o passado vinculado à uma evolução junto à natureza e a necessidade dela para a sobrevivência, ou seja, estar junto a natureza faz bem, é íntimo, familiar e seguro.

Alimente-se bem – Que tal uma dieta do Mediterrâneo? Colorida, com legumes, verduras, peixe, carne, frutos secos e sem frituras. Não se esqueça das frutas. Esqueça um pouco os doces, aproveite o doce das frutas em receitas que conquiste toda a família e possa liberar hormônios de uma satisfação que vale a pena.

A pandemia é inevitável, mas se sentir triste, desmotivado, sem perspectivas e ficar totalmente paralisado frente aos acontecimento é uma escolha. Não faça essa escolha.

*Foto de Zach Vessels no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Fabiano de Abreu
Fabiano de Abreu Rodrigues é psicanalista clínico, jornalista, empresário, escritor, filósofo, poeta e personal branding luso-brasileiro. Proprietário da agência de comunicação e mídia social MF Press Global, é também um correspondente e colaborador de várias revistas, sites de notícias e jornais de grande repercussão nacional e internacional. Atualmente detém o prêmio do jornalista que mais criou personagens na história da imprensa brasileira e internacional, reconhecido por grandes nomes do jornalismo em diversos países. Como filósofo criou um novo conceito que chamou de poemas-filosóficos para escolas do governo de Minas Gerais no Brasil. Lançou o livro ‘Viver Pode Não Ser Tão Ruim’ no Brasil, Angola, Espanha e Portugal.