Seja Leve! Abra o seu coração e faça as pazes com você!

A vida, para muitos, se tornou um fardo tão pesado que a cada dia que passa fica mais difícil se sentir leve!

Para que os dias se tornem mais leves é preciso abrir o coração e fazer as pazes com a vida!

Os dias passam e os pesos diários são somados aos desgostos, incertezas, pressões, traumas e amarguras que carregamos desde a infância.

Os dias vão se tornando difíceis demais e é quase impossível conceber que é possível sim, viver a vida tranquilamente.

Porém, ser leve, seguir em frente, com passos suaves, confiando em Deus e em seus desígnios é tarefa para gente que alimenta um coração, o impregnando de amor!

Pessoas que vivem agarradas na ganancia, no ódio, na raiva, que são movidas por vontades egoístas e possuem intenções vingativas, adquirem, com o passar dos anos, mais pesos do que conseguem carregar, e a vida se torna enfadonha demais.

Mas a sorte é que muitos que se sentem pesados, hoje em dia, estão procurando meios de descartarem esses pesos porque necessitam de leveza, e recorrem a simplicidade para isso!

Existem muitos que estão apenas cansados de tanto apanhar!

Para esses, existem muitas saídas, muitas formas e mecanismos que podem ser usados, diariamente, para que eles possam voltar a sentir alegria e leveza na vida!

Uma maneira de relaxar e tentar enxergar o lado bom de tudo é ouvir música!

Dependendo da música escolhida ela poderá te fazer viajar para locais obscuros, ou para locais onde a tranquilidade é tão contagiante, que quase é possível sentir o seu cheiro!

E eu conheço um monte de música capaz de fazer isso!

Hoje escolhi uma para compartilhar com vocês!

Vou deixar aqui essa música do Régis Cali, que com certeza irá ajudar vocês a se sentirem leves e em paz!

E sempre que vocês se sentirem pesados, estressados, carentes de um momento de sossego, coloquem ela para ouvir, se acomodem em um canto tranquilo e viajem, pelo menos em pensamento!

Sinta uma brisa leve entrando em sua casa! Cante junto e entre em uma vibração positiva:

Seja Leve – Regis Cali

Posted by Regis Cali on Tuesday, September 3, 2019

“Seja Leve! Nem todas as árvores são exatamente iguais! O que você quer hoje, amanhã pode não querer!

Abra o seu coração! Faça as pazes com você!

E…

Seja Leve!

Como o ar!

Suave!

Como a brisa em um dia quente de verão!”

Em um momento tão turbulento do mundo, nós precisamos ouvir essa música diariamente para não enlouquecermos! Não acham?

O mundo está dando tantas voltas em torno do ego!

Estamos rodeados e somos governados por pessoas materialistas e gananciosas, que cobram que sejamos eficientes e que produzamos mecanicamente como se fossemos robôs!

A maioria das pessoas estão pesadas, e hoje está bem difícil encontrar alguém leve, suave, que consiga, no meio de tudo isso, enxergar beleza e felicidade nas coisas simples!

Somos enganados constantemente quando somos impostos a padrões que dizem que devemos ser como fulano e/ou ciclano, que devemos consumir, que devemos prosperar, que devemos ter um propósito… quando querem nos manipular, nos fazer de marionetes, nos moldar em seus sistemas embebidos em convenções sociais!

É meus amigos, mas “nem todas as árvores são exatamente iguais!”, disse Régis na letra de sua música, e ouvido essa linda canção que compartilhei aqui com vocês, claro, com a autorização desse meu amigo, músico e compositor, autor dessa melodia gostosa e dessas frases simples e certeiras, pude perceber o quando estamos andando por aí contaminando as pessoas com as nossas questões internas mal resolvidas, e jogando nosso peso no colo dos outros!

O Régis está iniciando uma linda trajetória rumo ao seu maior sonho:

Viver da música!

E eu quero ajudá-lo a seguir esse sonho e a se realizar plenamente!

A história por trás da vida desse homem bondoso e humilde é tão bonita quanto a música que ele faz.

Ele foi pastor de uma Igreja Evangélica por muitos anos! Pregava a palavra de Jesus, e os dizeres da Bíblia, como poucos!

Abdicado e abnegado corria ao lado dos pobres e oprimidos e fazia da sua vocação um bem para a sua comunidade.

Até que um dia, sentiu que algo estava errado com ele, e com a sua Igreja!

Muitos questionamentos vieram em sua mente, ele começou a questionar certos problemas que ele via, principalmente naqueles “evangélicos” que estão comandando a cidade onde ele mora: o Rio de Janeiro.

Tudo começou a ficar cinza, a sua missão parecia um engano, e ele precisou romper com a verdade que ensinaram a ele desde criança! Ele percebeu que estava proliferando uma verdade que não era a verdade que habitava em sua alma.

E se retirou, pediu para sair, mudou para uma casa na floresta e ficou por lá, em retiro espiritual por um bom tempo, avaliando toda a sua história até então, e pedindo a Deus que o ajudasse a encontrar o caminho da verdade!

A ganancia, a opulência, a luxúria, a vaidade e o egoísmo mostravam a ele que uma Igreja que se vincula a um sistema político fraudulento e abusivo, não conseguirá transformar alma alguma, pelo contrário, atrairá almas que se identifiquem com esses comportamento arbitrários. E o resultado não será nada bom!

Entendendo tudo isso, e respeitando a vontade de quem quer continuar, ele se afastou, e resolveu ajudar as pessoas de outra maneira!

Ele entendeu que para fazer o bem, edificar, transformar, não é preciso se vincular a Igreja alguma, basta apenas agir de modo honesto e com amor!

Fazer o bem sem olhar a quem! Sabe? Pois então… Quando ele me contou tudo isso, senti um orgulho danado dele!

E foi aí que ele decidiu se dedicar a um dom oferecido a ele por Deus, o dom da composição, o dom da melodia que acalma a alma!

E percebeu que poderia fazer bem as pessoas com a sua música, afinal, me digam vocês, essa música é quase um remédio para as nossas almas, ela tem o poder de acalmar, de nos transportar para lugares tranquilos e retirar os pesos de nossas costas!

Parabéns Régis Cali!

Obrigada por ser um obreiro da vida eterna, e mesmo desvinculado de religiões, ainda continuar pastoreando, de outra maneira, porém, ainda mais eficaz, porque a música é uma benção universal, já a Igreja, na maioria das vezes, segrega, ao invés de unir!

Obrigada por cantar tantas vezes em meu coração e me orientar a ser sempre leve!

“Como o ar!

Suave!

Como a brisa em um dia quente de verão!”

Respirei várias vezes, profundamente, e realmente me senti leve depois da sua canção!

Que benção, pensei, que benção!

E você? Ouviu a música toda?

Gostou?

Se sentiu leve?

Então, busque sentir essa leveza diariamente!

Só assim você conseguirá se sentir plenamente feliz! Porque ninguém consegue ser feliz carregando todos os pesos do mundo! Solte os pesos e seja leve!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Iara Fonseca
Jornalista, poeta, educadora social, fundadora e editora de conteúdo do Rede de Ideias: PRODUÇÃO DE CONTEÚDO. Seu interior é intenso, sempre foi, transforma suas angustias em textos que ajudam muito mais a ela própria do que a quem lê. As vezes se pega relendo seus textos para tentar colocar em prática aquilo que, ela mesma, sabe que é difícil. Acredita que viemos aqui para aprender a ser, a cada dia, um pouco melhor, para si mesmo, e para o outro!