Se você está se sentindo vazio onde está, não perca tempo! Vá embora!

Tudo começa com: “Isso é normal”.

Daí você normaliza o espaço vazio. Você normaliza a falta de emoção em seu rosto. Você normaliza sua rotina, seu horário. Você normaliza a robotização do seu dia. Você normaliza os dias que passam, esquecendo a diferença entre eles.

E continua com: “Esta é só uma fase ruim”.

Você lê livros de autoajuda e busca respostas em todos os lugares errados.

Você pergunta a seus amigos como eles conseguem ser tão felizes. Você critica a todos nas redes sociais, convencido de que todos estão infelizes também.

Você se entrega com raiva. E quando adormece, você não sonha. Nada de bom e nem pesadelos tem.

Segue com: “Esta é a vida real.”

Você para de assistir a filmes porque eles não são realistas. Você não quer ler um livro porque é fictício. Você escuta, mas não fala. Sempre.

Você se fecha silenciosamente porque suas opiniões não importam mais.

Você lembra a si mesmo que é uma pessoa normal que nunca está excessivamente feliz ou triste.

Você está vivo. E assim é a vida pra você. Você apenas sobrevive. Dia a dia. E você aceita que seu parceiro se tornou um estranho e você não tem notícias de seus amigos há semanas e suas conversas familiares são dolorosas, tanto que você não pode repetir nada do que eles dizem.

A vida é uma onda. Ela vem, vai, e você surfa.

Você segue seus altos, mas nunca chega ao seu amor-próprio, e afunda-se, mas não o suficiente para parar de sofrer. Você existe entre todos, nadando, e às vezes, você flutua.

Você navegou por tanto tempo, presumindo que todas as águas insípidas da vida são normais. Mas você se esqueceu de que, se pular alto o suficiente ou se afastar da maré, vai se sentir diferente.

Sentir é o que você deve fazer. No entanto, o mundo lhe disse que se você se sentisse mais ou menos feliz, se estivesse realizado, estaria sozinho em seus pensamentos.

Mas quando o estranho que dorme ao seu lado for alguém com quem você namorou por uma década, lembre-se: você pode ir embora.

E quando seus amigos não retornam seus telefonemas gentis e se esquecem de responder às suas mensagens: Você pode ir embora.

Quando você detesta acordar todos os dias porque seu trabalho faz você se sentir como um número, como um produto de algum sistema no qual você não foi projetado para se moldar: Você pode sair.

Em vez de normalizar o vazio, faça deste o seu lema e vá buscar o que vai te fazer realmente feliz!

Se te machucar, vá embora.

Se você não consegue sentir felicidade, vá embora.

Se você se perder de quem você é, busque-se.

Se você sentir que para essa empresa você é apenas um nome, se posicione.

Não fique em nenhum lugar, ou ao lado de ninguém que suga sua vida.

Não doe o seu tempo para ninguém que não lhe dá tempo.

Não trabalhe para nenhuma empresa que não se importe com você.

Vá embora!

Se tudo isso faz você se sentir vazio, saia e vá em busca da sua felicidade. Não perca mais tempo sofrendo e tentando se moldar onde não te cabe.

Saia.

*DA REDAÇÃO SAG. om informações TC. *Foto de Amine Rock Hoovr no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Seu Amigo Guru
Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!