Se você consegue ter fé quando ninguém mais tem, você tem o necessário para ser um vencedor.

“Ah… mas eu não nunca tenho tempo pra nada.”

Tempo é só o conjunto de muitos momentos entre o nascimento e a morte.

Para muitos é pouco, para a maioria é o ideal e para alguns é demais. E com o seu tempo o que você faz?

Se você não souber dominar esse “tic-tac” impiedoso, ele te domina, te derruba e te deixa para trás.

Muitas vezes será necessário coragem para dar saltos no escuro e acreditar quando ninguém mais acredita.

Será essencial ter perspectivas quando ninguém mais as tem e fazer esse calendário virar um aliado ao nosso lado, se tornar parceiro.

O tempo voa mesmo, mas nada de desespero.

O tempo pra Deus é suficiente e só vem no momento certo.

Mas fique esperto.

Crie novas oportunidades e tente sempre mais de uma vez.

Sempre que a alternativa esperada por todos for desistir, vá além.

Quando tiver dúvidas, apenas se decida e vai, deixa suas desculpas e sua procrastinação aí, deitadinhas na cama quente.

Deus está sempre presente, mas só nos atende se nos ver levantar e batalhar pelo que queremos, só para ter a certeza de que merecemos.

Mereça seu tempo.

Se você consegue ter fé onde ninguém mais tem, você tem quase todo o necessário para ser um vencedor. Se as oportunidades não surgem, não se iluda, elas não irão cair do céu.

Aquele que nos fortalece é fiel, mas não dá nada de graça.

Corra e vá buscar sua vida, senão o tempo passa.

O tempo está passando irmão!

Tira a bunda do sofá!

Ainda dá tempo de entrar em ação!

Feliz mês!

Avante!

*Foto de Priscilla Du Preez no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Cleonio Dourado
Escrever é uma fuga que sempre uso. Não tenho temas. Não tenho destinos. Alguns devaneios e desatinos, quem sabe. Solto as palavras ao vento. Viajo ao vê-las viajando pelo ar. Recolho as que voltam nos relentos das manhãs e me lavo em seus afagos. Eu me aguo, renasço. Palavras me acariciam a alma, despertam-me sentimentos, paz, calma. Leio, releio, rascunho e escrevo. Faço dos textos da minha lida, as estrelinhas da minha vida