Rapaz ajuda a libertar amigo de infância da prisão e muda vida dele

Brandon (à esquerda) ajudou Sura a sair da prisão. Ele criou um estudo sobre o amigo, que foi apresentado e acatado pelo júri. – Foto: arquivo pessoal

O que um carinho de um amigo de verdade pode fazer pelo outro? Foi movido por esse carinho que Brandon Harris ajudou Sura Sohna a sair da prisão, 12 anos antes.

A ajuda de Brandon mudou a vida do seu amigo para sempre.

Mesmo passando a infância juntos, os jovens Brandon e Sura tiveram destinos diferentes. Ainda assim, ficou a gratidão, o respeito, o carinho e a empatia da infância.

“Sou grato e abençoado. E estou feliz por ter esta oportunidade”, disse Sura.

No início da pandemia os dois se reconectaram. Brandon soube que o amigo Sura estava preso e decidiu ajudá-lo.

“Eu disse que queria fazer um projeto chamado ‘Contando as Histórias dos Ignorados ou Esquecidos […] E Sura era alguém que considero ignorado e esquecido pela sociedade”, afirmou.

Brandon criou um estudo sobre Sura e acabou convencendo o júri a diminuir sua pena, o que resultou na sua saída da prisão, 12 anos antes.


Vidas que se cruzam para o bem

Brandon e Sura cresceram em uma comunidade de Annapolis, nos Estados Unidos. Eles frequentavam a mesma escola de ensino fundamental e médio, saiam juntos no recreio e praticavam esportes como futebol e basquete.

Só que depois da adolescência, as coisas começaram a mudar. Brandon saiu da escola e optou mudar para a Carolina do Norte, para cursar filosofia.

Pelo desempenho acadêmico e a liderança, ele ainda foi eleito presidente do corpo estudantil duas vezes e espera se formar este ano. Já Sura começou a ter problemas com a polícia quando tinha apenas 12 anos e acabou preso por roubar uma bicicleta.

Ele contou que, na época, um policial e a vítima do crime lhe disseram que ele deveria passar o resto da vida na cadeia por roubar aquela bicicleta. No entanto, o destino uniu novamente os amigos de infância. E por uma boa causa!

Uma mão amiga

Em 2018, Sura estava na prisão após invadir e roubar uma casa, além de ser procurado por outros roubos.

Foi quando lembrou do amigo e começou a escrever cartas para ele.

No início da pandemia, Brandon passou a responder as cartas e convidou Sura a fazer parte de um projeto dele.

A ideia era criar diversos estudos de pessoas, de diferentes perfis, explorando os desafios estruturais e as lutas geracionais que causaram a diferentes situações entre elas.

Convencer o juiz para ajudar o amigo

Com essa análise entre os dois, o projeto de Brandon acabou sendo útil para convencer o júri de que Sura já havia mais do que cumprido a pena dele.

E o pedido foi aceito. Sura saiu da prisão em 8 de fevereiro desse ano, 12 anos antes do previsto pelo primeiro processo.

“Crescendo, eu realmente não tinha nada. Eu não tinha muito. Eu seria perseguido por não ter coisas e eu senti que em vez de ser uma vítima das coisas, eu deveria me tornar um vitimizador e começar a fazer coisas negativas”, disse Sura. “Sinto que recebi uma mão ruim, mas eu sabia o certo do errado e tomei decisões ruins.”

Brandon também acredita que o amigo é uma entre as milhares vítimas da sociedade.

“Eu sabia antes que Sura é vítima de um sistema que está contra ele há muito tempo”, disse. “As situações pelas quais ele teve que passar são simplesmente injustas e ninguém deveria passar pelo que ele passou enquanto crescia.”

“Quando consegui reunir a pesquisa objetiva e ser capaz de apresentá-la e fazer com que as pessoas reconhecessem isso, foi aí que tivemos o impulso”, completa Brandon.

“E conhecendo o destino de Sura – ele deveria sair em 15 anos, nós queremos levar isso ao tribunal e que a sentença seja reconsiderada”, disse.

Sonhos e gratidão

Agora que foi libertado, Sohna disse que planeja completar os estudos. Ele também espera ir para a faculdade de produção cinematográfica, fotografia e atuação, que são as paixões que tem.

Brandon, também pensa em ir para a faculdade de Ddireito para continuar esse tipo de trabalho de advocacia.

“Há esta citação que temos seguido desde a primeira vez que nos reconectamos em 2020 e que é ‘se você está andando na direção certa e está disposto a continuar dando passos, você acabará progredindo’. Então, vamos continuar a dar esses passos. Queremos que outras pessoas que vejam isso continuem a dar esses passos”, finalizou.

*DA REDAÇÃO SAG. Com informações de GMA.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

RECOMENDAMOS









Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!