Quero mais da vida! Quero aprender, crescer e evoluir! Mas… Não estou precisando de muita gente em minha vida e nem de muito barulho à minha volta. Estou querendo me cuidar, estou querendo me ouvir.

Sinto que as prateleiras estão vazias de sentimentos verdadeiros, sinto que falta lugar para as pessoas se juntarem de verdade e se cuidarem com amor.

Não estou precisando de gente curiosa, de gente que me dê tapinha nas costas, que espere que eu caia na próxima esquina.

Já não estou cabendo em muitos lugares, não estou entrando em sintonias ruins.

Não estou sendo egoísta e nem me desfazendo de ninguém. Na verdade, o que eu fiz, foi alertar meu coração, meu espírito, minha saúde emocional.

Graças a Deus, estou menos egoísta comigo. E tirar um tempo pra mim, não é deixar ninguém para trás. É me colocar na frente pra que eu possa me ver melhor.

Não estou aplaudindo futilidades, não estou de acordo com muita coisa, mas cada um sabe de si.

Encontrei um jeito mais honesto de lidar comigo, encontrei uma maneira mais suave de não me deixar sofrer e nem de levar comigo os mesmos erros que cometi.

QUEM NUNCA ERROU, QUE ATIRE A PRIMEIRA PEDRA E SE MANIFESTE DIANTE DA VERDADE DE DEUS!

Conheço pessoas que invertem situações, criam mentiras e acabam seduzidos por elas como se fossem a única verdade do mundo.

Não sou santa, não sou a perfeição em pessoa.

Não uso armadura, não sou amargura e nem estou imune aos baques da vida.

Na verdade, eu só quero me permitir viver.

Fiz uma lista dos meus três maiores desejos. Digo maiores porque são importantes para mim.

Cada um escolhe o que quer; eu estou escolhendo a vida que preciso ter.

Estou me permitindo! E se isso incomoda, nada posso fazer.

Antes eu não reagia, me escondia, me isolava.

O som dos meus pensamentos tem poder; o som da minha alma sente desejo de se perdoar e se comover!

Se está raso, tento o profundo.

Se esfriou, mudo o trajeto.

Quero calor humano, sensação de proteção e consciência tranquila.

Quero o novo estampado feito outdoor bonito.

Quero sentir os milagres que a vida me proporciona.

Que Deus continue segurando minha mão e sustentando minha alma.

De resto é somente gratidão!

É por isso que não preciso de gente estreita, sem visão de reciprocidade, sem visão de respeito.

Tem gente que prefere seguir na contramão por conta própria.

Tenho feito minha parte.

Parto do seguinte princípio: vim para aprender, crescer e evoluir!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Sil Guidorizzi
Sou Paulista, descendente de Italianos. Libriana. Escritora. Cantora. Debruço-me sobre as palavras. Elas causam um efeito devastador em mim. Trazem-me â tona. Fazem-me enxergar a vida por outro prisma. Meu primeiro Livro foi lançado em Fevereiro de 2016. Amor Essência e Seus Encontros pela Editora Penalux. O prefácio foi escrito pelo Poeta e Jornalista Fernando Coelho. A orelha escrita pelo Poeta e jornalista Ivan de Almeida. O básico do viver está no simples que habita em mim.