Querido Deus, me desculpe! Eu sinto Muito.

Por Jennifer Kurack

Querido Deus,

Sinto muito pelas vezes que te ignorei. Já faz um tempo que não converso contigo, não é?

Sinto muito por só falar com você quando preciso de ajuda.

Sinto muito, não sou mais grata por seus presentes.

Parece que tudo o que posso ver é o que me falta.

Lamento não ter agradecido todos os dias.

Claro, alguns dias são difíceis.

Alguns dias sinto que não há luz. Mas tenho um teto sobre minha cabeça, uma família que me ama e comida na minha mesa. Sou muito abençoada e lamento não ter percebido o suficiente.

Sinto muito pelas vezes em que resolvi o assunto com minhas próprias mãos.

Eu posso ser impaciente às vezes. As pessoas sempre dizem que você tem um plano, e eu acredito nisso. Mas às vezes fico impaciente esperando que você faça as jogadas.

Sinto muito por criar muita expectativa de você.

Estou começando a aprender que você pode não atender às minhas expectativas porque já planeja superá-las.

Sinto muito se fico frustrado com você. Pode ser difícil para mim ver você se movendo na minha vida.

Sinto muito por não confiar mais no seu timing.

Sinto muito por perseguir coisas que não foram feitas para mim. Acredito que você coloca coisas em nossas vidas e tira coisas de nossas vidas por um motivo. Vou tentar confiar mais no seu plano.

Deus, desculpe por deixar o medo ocupar espaço em minha mente. Você me diz para ter fé, e Deus, estou realmente tentando.

Mas às vezes pode ficar tão difícil.

O mundo pode ser um lugar triste.

Sinto muito por deixar a ansiedade me impedir de servir você.

Sinto muito por duvidar de sua existência às vezes.

Sinto muito por deixar meu medo do fracasso me impedir de meu propósito. As pessoas sempre falam sobre “o chamado deles” e sinto que sinto falta do meu.

É possível que alguém perca o chamado? Perdi o meu? Me desculpe se eu tenho tantas perguntas.

Sinto muito por não ser mais gentil. Para mim e para os outros.

Sinto muito por julgar as pessoas e guardar rancor. Dizem que você é misericordioso e perdoador, mas e se eu não puder me perdoar? E se eu não puder avançar e me amar incondicionalmente como você?

Ensine-me. Ensina-me a ver o mundo através de uma lente de amor e uma lente de compaixão.

Ensine-me a deixar de lado a bondade, e não julgar. Plante uma semente de empatia no meu coração e deixe crescer para envolver todos ao meu redor.

Deus, sinto muito por seguir as pessoas antes de você.

Lamento por comparar meu caminho com o caminho dos outros. A mídia social pode dificultar a minha vontade de te acompanhar primeiro.

Certamente, os apóstolos eram leais a Jesus, mas não precisavam segui-lo enquanto o Instagram os espancava com os destaques da vida de outras pessoas.

Lamento me comparar tanto aos outros.

Lamento ter deixado que outros, em vez de você, determinassem meu valor.

Você me deu uma abundância de graça e, em vez de deixá-la lavar toda a minha vida, deixei-a de lado e usei outras pessoas como meu bastão de medição.

Lamento ter usado seu povo para outra coisa senão apoio e amor.

Acima de tudo, Deus, desculpe-me por ter duvidado de ser amado.

Lamento ter duvidado do meu propósito aqui.

Lamento não ter percebido que você me fez à sua imagem. Eu prometo que farei melhor.

Eu amarei sua criação, que me inclui. Eu usarei a fé como padrão, em vez de ter medo. Eu vou rezar mais. Vou me abrir à sua vontade.

Provavelmente vou tropeçar muitas vezes enquanto tento fazer melhor. Lamento antecipadamente a quantidade de vezes que você terá que me ajudar novamente. Mas eu vou tentar.

*Via Thought Catalog. Tradução e adaptação REDAÇÃO Seu Amigo Guru.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Seu Amigo Guru
Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!