Quando as ações não confirmam as palavras, tendemos a nos revoltar! Porque é difícil ter que lidar com aqueles que dizem uma coisa, mas fazem outra.

Tem gente que fala, fala, fala, mas fazer que é bom, nada.

Tem aquelas também que possuem tanta boa intenção, mas na hora de cumprir com o prometido é complicado. Os planos mudam, a agenda está lotada, as desculpas aparecem aos montes, mas na verdade, elas demonstram com seus atos que suas prioridades são outras. Paciência.

Quando as palavras saem da boca, desconectadas de uma ação, a credibilidade passa a ficar abalada.

É muito melhor um silêncio impregnado de boas ações, do que uma fala cheia de motivação, mas que não se cumpre.

Os sonhos e os ideias nunca devem ser deixados de lado, mesmo que nossa confiança naqueles que nos acompanham na jornada não seja mais a mesma.

Devemos nos guiar pela fé e deixar que ela nos leve, nos condicionar em oração, atraindo assim, pessoas que mais fazem o bem do que pregam o bem. Seres que vibram com o mesmo amor que irradiamos.

Quando somos cobrados e exigem de nós uma resposta que ainda não temos.

Quando não sabemos como reagir a pressão.

Quando dependemos da validação de outra pessoa para que nossos sonhos se realizem. Ou quando acreditamos em promessas falsas e vazias,…

… precisamos descansar na fé e na esperança!

Não adiantará lutar contra a maré! Quem luta, morre afogado, mas quem consegue relaxar, a ponto de se deixar levar, possui chances infinitamente maiores de sobreviver.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Iara Fonseca
Jornalista, poeta, educadora social, fundadora e editora de conteúdo do Rede de Ideias: PRODUÇÃO DE CONTEÚDO. Seu interior é intenso, sempre foi, transforma suas angustias em textos que ajudam muito mais a ela própria do que a quem lê. As vezes se pega relendo seus textos para tentar colocar em prática aquilo que, ela mesma, sabe que é difícil. Acredita que viemos aqui para aprender a ser, a cada dia, um pouco melhor, para si mesmo, e para o outro!