Hoje acordei desejando um mundo com mais conexões verdadeiras! Um mundo onde o egoísmo e a vaidade, o cinismo da inveja e a intolerância preconceituosa se esvaíssem pelo ralo do perdão.

Um mundo onde as emoções fossem sentidas integralmente e compartilhadas com autenticidade, sem que tivéssemos que nos blindar em aparências, nos vestir de marcas caras, ou ter que demonstrar riqueza e status para nos enquadrar em locais suntuosos! Porque nesse mundo, todos os lugares seriam suntuosos, grandiosos, deslumbrantes e impregnados de amor!

Lá, não necessitaríamos fingir o que não somos, dizer o que não pensamos, expressar o que não sentimos!

Lá, todos tomaríamos atitudes em prol da coletividade, e a amizade valeria mais do que qualquer pedra preciosa escondida nos confins da Terra.

Porque nesse mundo, todos sabem que uma amizade vale bem mais do que ouro, prata ou diamante!

Tudo o que é mais precioso na vida, nesse mundo, fica evidente, não precisa ser escavado!

Todos os bens e as riquezas que necessitamos e passamos a vida correndo atrás, estão disponíveis em igual quantidade a todos!

O que realmente é precioso pode ser adquirido com um abraço, e facilmente sentido, num simples encontro de olhares sinceros.

Lá, todo sentimento mesquinho e inflexível, que se embebeda em interesses e competições desleais, derretem e evaporam como chuva em dia quente… que nem chega a tocar o chão, muito menos, a contaminar os corações!

Os sentimentos e as ações impregnados de maldade são tratados, nesse mundo, como doenças possíveis de serem erradicadas!

Esses casos são tratados com toda a seriedade que o assunto exige!

Casos de maldade são contabilizados e corrigidos com doses homeopáticas de amor e imersão intensa em um processo responsável de autoconhecimento, para que esses desvios possam ser corrigidos prontamente.

Hoje acordei assim, querendo tudo o que é sincero!

Acordei querendo contribuir para um mundo de conexões mais verdadeiras!

Desejando ardentemente viver em um lugar onde a colaboração e a compaixão fossem o nosso norte e o nosso suporte para uma melhor qualidade de vida!

Acordei querendo estabelecer conexões de cuidado, de amor, de trocas verdadeiras, sinceras e genuinamente autenticas!

Acordei orando para que a minha vibração seja tão forte que seja capaz de alcançar corações dispostos a viver com verdade! Que ela consiga me conectar a pessoas que entendam a caridade não como um ato de heroísmo, mas sim, como uma necessidade impregnada em seu DNA.

Pessoas que se sintam imensamente felizes ao se colocarem em ação bondosa!

Pessoas que agem para o bem de todos instintivamente.

LEIA MAIS: “Eu me lembro do dia que orei por coisas que tenho hoje!”

Pessoas tão autenticas que é possível ver em seus olhos, que o bem que fazem, se faz naturalmente, que não se trata de um mero assistencialismo advindo de sentimentos de vaidade, que resultam de em uma sociedade que venera a opulência.

Hoje acordei e orei por um mundo onde o dinheiro e o poder não sejam sinônimo de vitória e merecimento, onde os bens materiais não sugerissem uma conotação de superioridade e que não fossem motivos para se vangloriar, bem distante disso, seria uma imensa responsabilidade!

Seriam eles os responsáveis por extinguir qualquer sinal de pobreza e realizar ações grandiosas para o bem de todos!

Seriam os responsáveis em fazer com que a pobreza não mais existisse como forma de penalização ou inferiorização do outro. E principalmente, por cuidar de todos os cidadãos igualmente, oferecendo sistema de saúde, educação, cultura, lazer, moradia e transporte, além de suporte emocional e o que mais os cidadãos precisassem, para que, sem que precisassem se preocupar com questões como, “o que vou dar aos meus filhos comerem amanhã”, pudessem contribuir ao mundo com seus dons e talentos, se colocando em serviço alegremente!

Acordei imaginando um mundo onde não existiria satisfação maior do que ver nos olhos do outro, a felicidade que lhe faltava.

Levantei pedindo um mundo onde o perdão fosse a moeda corrente! E a empatia o crédito na praça!

Onde as relações fossem mais verdadeiras, e a falsidade recebesse a extinção que merece!

Onde o amor fosse a cura para todos os problemas!

Onde as conexões humanas fossem adornadas pela simplicidade, pela modéstia do que é simples, porém, íntegro, amoroso e honesto!

Nesse mundo, pessoa alguma sentiria a necessidade de possuir mais do que o essencial para viver confortavelmente e em paz!

Nesse mundo, ninguém se sentiria impelido a buscar incansavelmente a riqueza, apenas pela pequinês dos seus sentimentos egoístas e vaidosos, apenas por querer demonstrar ao mundo o seu mérito, a sua herança, o seu nome e sobrenome! Simplesmente porque ninguém alimentaria esses sentimentos!

Ter que mostrar o que tem, onde foi, ou demonstrar uma felicidade comprada, seria atitudes de pessoas desajustadas e necessitadas de tratamento moral e psicológico!

LEIA MAIS: Amizade verdadeira dura a vida inteira

Nessa sociedade ninguém mais precisaria expor a sua luta corajosa por ter conseguido se distanciar completamente das suas raízes simplórias e de completa escassez. Simplesmente porque ter não seria mais motivo de vanglória! Enalteceríamos apenas as conquistas morais e emocionais de cada um!

No jornal, um exemplo típico de noticia, seria:

“Homem aparentemente orgulhoso e egoísta, finalmente consegue vencer suas limitações emocionais e cria um instituto que beneficia milhares de pessoas!”

Ou…

“Maldade contagiosa encontra abrigo em coração vaidoso de mulher que diz: “Preciso de tratamento urgente!”

Nesse mundo, as pessoas estão conscientes de seus erros e da necessidade de equilibrar e aprender a lidar com as próprias emoções! Mas principalmente, sabem que a maldade não compensa e que ela causa sofrimento não só a quem recebe o ato maldoso, mas para quem o comete!

Depois de fantasiar cenas pouco comuns de acontecerem no mundo onde vivo atualmente, sugeri a Deus que materializasse um outro onde pessoas comemorassem e evidenciassem as qualidades morais de cada individuo, como hoje, reverenciam aqueles que detêm o poder, a fama e a fortuna.

Um mundo, onde nunca mais, ninguém conseguiria fechar os olhos para os desvios de conduta e para a imoralidade de uma sociedade injusta que elege e aceita os desmandos desumanos daqueles que querem apenas o próprio bem, e possuem os cargos mais importantes do mundo.

Hoje acordei sentindo uma imensa saudade do que conscientemente nunca vivi!

Contei meus sonhos mais íntimos para as janelas do meu quarto enquanto me preparava para um novo dia!

Desabafei os meus desejos mais profundos, e com toda a força da minha alma, desejei que hoje, eu pudesse, com o consentimento divino, estabelecer conexões mais fortes e verdadeiras. Porque serão essas conexões que revelarão a minha maior riqueza!

Agradeci a oportunidade de me conectar com esse mundo ideal, e comecei o dia cheia de esperanças, de que o amor acenderá a chama da minha vida e também iluminará a vida de todos aqueles que desejarem o mesmo!

Hoje desejei um mundo com mais conexões verdadeiras e menos falsidade para mim e para você!

GOSTOU DO TEXTO? LEIA MAIS ACESSANDO O NOSSO PORTAL SEU AMIGO GURU!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Iara Fonseca
Jornalista, poeta, educadora social, fundadora e editora de conteúdo do Rede de Ideias: PRODUÇÃO DE CONTEÚDO. Seu interior é intenso, sempre foi, transforma suas angustias em textos que ajudam muito mais a ela própria do que a quem lê. As vezes se pega relendo seus textos para tentar colocar em prática aquilo que, ela mesma, sabe que é difícil. Acredita que viemos aqui para aprender a ser, a cada dia, um pouco melhor, para si mesmo, e para o outro!