Por que os empatas sempre se apaixonam pelo que pode vir a ser?

Por Bianca Sparacino

Se você já se apaixonou por uma pessoa que tinha um potencial e poderia ser melhor se quisesse, sabe como pode ser doloroso e difícil ter que seguir em frente e deixar todo o seu amor para trás.

SE esse for o seu caso, separamos dez coisas que o ajudarão a curar seu coração e a lembrar do seu valor.

1. Não há nada para se envergonhar.

É fácil sentir vergonha por permanecer em um relacionamento ou companhia por tanto tempo acreditando que tinha tudo para dar certo e de repente perceber que nada iria mudar. Mas não há nada para se envergonhar, porque quando você se apaixona pelo potencial, isso significa que você vê a bondade no outro ser humano. Você vê onde mais ninguém vê, e isso é algo para comemorar.

Sim, você tem que saber quando se afastar quando perceber que essa possível bondade era apenas uma ilusão, quando perceber que não é mais possível depositar esse amor e essa esperança – quando conseguir enxergar o que realmente é. No entanto, você nunca precisa se envergonhar da maneira como lutou pelas pessoas.

2. Sofrer por um potencial não é saudável.

No final do dia, os empatas por serem tão generosos, atraem muitos seres humanos que querem se aquecer no fogo do seu coração.

Você é magnético e acredita que pode consertar as pessoas com seu jeito empático, enxerga além das circunstâncias delas, e esse tipo de empatia pode adicionar uma camada suave de esperança sobre os problemas de seus relacionamentos.

Essa característica pode torná-lo cego para às bandeiras vermelhas muito aparentes, e pode ser prejudicial amar dessa maneira porque você não está vivendo um relacionamento realista.

Você está vendo seu relacionamento como algo que gostaria que fosse, e não como algo que realmente é.

É necessário em qualquer relacionamento ser capaz de decifrar entre o que é real e o que é projetado. Você precisa discernir a realidade daquilo que gostaria que fosse.

3. As pessoas sempre mostrarão quem elas são de verdade.

Os empatas possuem uma facilidade tremenda em desculpar o comportamento alheio.

Eles conseguem pintar sobre ele a paisagem que se quer ver, dizendo a si mesmos que ninguém é perfeito.

E mesmo isso sendo verdade, embora ninguém seja perfeito, você ainda deve responsabilizá-los pelos seus atos, e deixar que eles se responsabilizem também. Porque as bandeiras vermelhas estão lá. Elas existem. E elas se revelam todos os dias, de maneiras pequenas, como se comportam e reagem, da maneira como lidam com conflitos ou tratam um estranho etc. As pessoas não coneguem esconder sua verdade por muito tempo.

4. Não é seu trabalho consertar as pessoas, se elas não quiserem se consertar.

Muitos empatas acham que seu amor pode consertar aqueles com quem estão.

De repente, a prestação de contas é transferida da outra pessoa para você.

Você assume a responsabilidade de torná-los melhores, de salvaguardar, de dar a eles todas as ferramentas para crescer.

Mas algumas pessoas simplesmente não crescem e não se tornam os seres humanos que você esperava amar.

Algumas pessoas não melhoram com o tempo.

Você saberá se alguém está comprometido em fazer o trabalho de reforma íntima, de transformar-se, e realizar o trabalho interior necessário para o sucesso de um relacionamento a dois.

E se você realmente está com alguém assim, é uma história diferente, porque eles acreditam em seu potencial também. Eles estão trabalhando para isso todos os dias.

Os seres empáticos costumam se apaixonar por aqueles que acreditam que vão mudar, mas alguns não querem se esforçar e não fazem nada para isso. É quando esse tipo de esperança se torna tóxica.

5. Deixar ir é difícil, mas necessário.

É difícil abandonar toda essa esperança que você tem por aqueles que colocou em um pedestal.

Torna-se um ato de equilíbrio medir e colocar na balança as suas decepções e sua crença na pessoa.

Você se sente pesado e determinado ao mesmo tempo.

Você quer amar um pouco mais, consertar um pouco mais, etc.

Você não quer parar de se importar.

Você não quer renunciar a pouca segurança que possui em um relacionamento.

Pode ser difícil seguir em frente, desistir do seu amor como empata e seguir em frente – especialmente quando você vê muita coisa boa que pode aflorar dentro dela.

Mas a verdade é: a mudança é realmente difícil.

É fácil medir o que você está perdendo e é difícil ver o que você pode ganhar.

Para os empatas é difícil “desistir” de alguém.

É difícil pensar que você se afastou deles quando eles mais precisavam de você, quando eles precisavam de sua ajuda. Mas você tem que fazer isso.

Somente quando você estiver fora do relacionamento, você verá o quanto estava oferendo e o quanto estava recebendo.

6. Tente ver as coisas claramente.

Se você está pensando na ideia de deixar ir, dê um passo atrás e permita-se ver as coisas claramente.

Pergunte a si mesmo:
se você parasse de colocar esforço nesse relacionamento, nessa pessoa, o que aconteceria?

Se a resposta for: nada! Talvez você não seja tão perfeito quanto pensa.

Você pode estar lutando por alguém que não está lutando por você. E se você puder se afastar da sua esperança por tempo suficiente para realmente avaliar isso, verá que essa pessoa não merece realmente estar no pedestal em que a colocou.

Você verá que você merece mais.


7. É importante amar sem apego.

No final do dia, alguém pode ser uma boa pessoa, mas isso simplesmente não significa que ela é a sua pessoa. E permanecer apegado a um relacionamento que o drena, é tóxico para você, baseia-se em ideais e não na realidade – isso é uma dependência.

Você tem que parar de dar a essa pessoa toda a sua energia.

Você tem que se permitir ficar sozinho.

Para ver as coisas como elas são, e arar de perseguir algo que nunca vai satisfazê-lo.

Apego não é amor.

Nunca se esqueça disso.

8. A pessoa certa será certa por toda a vida.

A ideia é que fiquemos juntos por toda a vida. Então, pergunte-se: se as coisas permanecessem exatamente as mesmas, se nada mudasse, se esse potencial não viesse a ser concretizado – você seria feliz? Você o aceitaria mesmo assim?

Geralmente nessas situações, a resposta é não, porque você não pode imaginar viver uma vida inteira de confusão e decepção.

Você não poderia imaginar viver uma vida inteira se sentindo esgotado e com o seu coração apertado da maneira que está no momento. No fundo, você sabe que merece mais.

9. Crie espaço para a bondade encontrar você.

Este é simples.

Se você está mantendo tanto espaço em seu coração para alguém que não está conseguindo ocupa-lo, então está mantendo esse espaço ocupado e bloqueado daqueles no mundo que poderiam nutri-lo verdadeiramente.

Você está gastando todo o seu tempo e energia implorando para que alguém o ame, quando há seres humanos que gostariam de cuidar de você, nutri-lo e inspirá-lo sem esforço.

Não perca toda a beleza que o mundo tem para lhe oferecer porque você estava distraído com alguém que é apenas um potencial.

Abra seus olhos e você verá que há muito mor por aí, apenas esperando que você esteja aberto a isso.

10. Você é digno de ser amado do jeito que ama os outros.

Se você sente que ele não merece você, se ele faz você se sentir pequeno ou inseguro, se ele faz você sentir que você ama demais ou dá muito mais, se ele faz acelerar o seu batimento cardíaco, se ele foge da pergunta que constantemente você faz, se você espera que ele mude para se tornar uma pessoa que você sempre quis que ele fosse, você está esgotando seu coração agora – e está claro que você se apaixonou pelo potencial e não pelo que ele é realmente.

Você merece mais.

Você merece alguém que genuinamente vê em você o que vê nela.

Você merece alguém que fica, que se faz presente, que não é insosso com seus sentimentos.

Você merece alguém que sabe o que quer.

Você merece alguém que seja honesto e genuíno e que venha como um predestinado.

Você merece alguém que nunca esgote seu coração de uma maneira ruim.

Você merece alguém que te ame do jeito que você o ama, que lute por você do jeito que você luta por ele. E mesmo que você não acredite nisso agora, mesmo que seja difícil entender, mesmo que o seu ser empático não queira desistir, saiba que o amor está disponível para você. E você é digno dele, mas você ainda precisa parar de se deixar levar pela forte vontade de ajudar quem não quer ser ajudado.

*DA REDAÇÃO SEU AMIGO GURU. Este artigo foi inspirado no episódio 1 do Podcast In Your Feelings, uma colaboração do Thought Catalog e Bianca Sparacino. (em inglês). Tradução e adaptação com informações de Thought Catalog.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Seu Amigo Guru
Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!