Há de haver uma tese, um estudo, um ensaio acadêmico sobre um fato óbvio: todo machão tem em comum a crença, assumida ou mal disfarçada, de que é alguém melhor do que todos aqueles a quem persegue.

Há machões de todo tipo por aí.

Machistas, misóginos, homofóbicos, xenófobos, racistas, fascistas e outras bestas similares.

Mas todos eles, do alto de sua torre de princípios, seguem convencidos de sua superioridade em relação ao resto.

Quando agride a sua vítima, um machão, essa ridícula caricatura do macho, nada faz senão dizer de alguma forma ao agredido: “eu sou melhor que você”.

A lista de vítimas dos machões é extensa. São suas esposas ou namoradas, seus filhos, funcionários, colegas de trabalho, pessoas que pensam ou agem diferente deles e até outros machões, porque, você sabe, um machão precisa disputar o comando de território na mordida e na patada, feito uma fera na selva, e que vença o melhor.

Todas essas vítimas tiveram o azar de, em algum momento de suas histórias, por períodos que vão de breves segundos numa discussão de trânsito entre desconhecidos até a convivência de uma vida inteira, cruzar com alguém que se acha melhor, mais forte, mais abençoado que elas e, sabe Deus por quais motivos, decidiu atacá-las sem pena.

Porque ao machão não basta se saber melhor do que o outro. Ele precisa obrigar o outro a se render a sua força, precisa mostrar a todo mundo que é mais forte, arrancar as vísceras de sua presa e exibi-las na feira.

Precisa alardear a sua orientação sexual, sua força física, sua conta bancária, o nível de sua testosterona, a supremacia de seu time de futebol e a primazia de sua religião sobre todas as outras.

Convencido de sua predominância, magoa e machuca todos aqueles a quem se acha superior.

Ignora que nenhum macho precisa ser machão.

Desconhece que a vida está cheia de questões que só serão resolvidas quando todos trabalharmos juntos.

Pretos e brancos, gays e héteros, pobres e ricos, mulheres e homens. Mas o machão nem liga.

Ele acredita cegamente ser melhor do que tudo isso, melhor do que todos esses. E assim, melhor do que nunca, vai tentando tornar este mundo pior.

GOSTOU DO TEXTO? AQUI NO SEU AMIGO GURU TEM MUITO MAIS CONTEÚDO PARA VOCÊ SE INSPIRAR!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




André J. Gomes
Jornalista de formação, publicitário de ofício, professor por desafio e escritor por amor à causa.