Por Deus, sou madura para saber onde o calo aperta, e onde sorrisos fingem um falso amor. Eu sei que Deus tem estado comigo sempre; sei que meus passos seguem conforme as mãos do destino.

Tenho entrado em um período de recesso. Preciso sempre voltar para onde me deixei.

Mesmo vivenciando esses tempos difíceis, mesmo vendo tanta gente partir, tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo tenho em mim que em breve tudo se acalmará.

Viver esse processo todo, me realinhar, me recolocar em outra posição, me acostumar com coisas que não imaginei que fossem acontecer, ter em mente que os dias ruins também passam, só me levam a um fortalecimento mais espiritual.

Por vezes, eu vou me ausentar, vou sair de cena, vou me colocar em silêncio para melhor me absorver.

Sinto que ainda não estou pronta para muitas coisas, que algumas barreiras ainda insistem em me fazer parar e pensar. Vou me locomovendo conforme os sentimentos vão se mostrando, conforme as emoções vão aflorando.

Confesso, falo menos, reciclo mais. Mas eu reconheço que muitas mudanças breves e algumas um pouco mais lentas, me levaram para lugares mais firmes apesar da insegurança da vida.

Estou crendo, estou seguindo os princípios básicos da boa convivência.

Tenho sido acompanhada sem planejamentos porquê de onde eu venho parei de me juntar em expectativas e esperas.

Dou-me o direito de não mais dizer ou revidar qualquer coisa que dentro de mim já morreu.

Nem tudo vale meu sacrifício, assim como não quero que se apiedem de mim.

Sou madura o suficiente para saber onde o calo aperta, onde portas estão abertas, onde sorrisos fingem um falso amor.

Evolução de vida é sempre uma página a mais, escrita no tempo de Deus. E é NELE que confio. De olhos fechados, de pés soltos no chão. Sinto paz revigorada quando me encontro com essa luz que abrange e cura.

Sou luta, mas também sou afeto, calmaria, gratidão. Confesso, falo menos, reciclo mais.

*DA REDAÇÃO SAG. Foto de Arun Sharma no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

RECOMENDAMOS









Sou Paulista, descendente de Italianos. Libriana. Escritora. Cantora. Debruço-me sobre as palavras. Elas causam um efeito devastador em mim. Trazem-me â tona. Fazem-me enxergar a vida por outro prisma. Meu primeiro Livro foi lançado em Fevereiro de 2016. Amor Essência e Seus Encontros pela Editora Penalux. O prefácio foi escrito pelo Poeta e Jornalista Fernando Coelho. A orelha escrita pelo Poeta e jornalista Ivan de Almeida. O básico do viver está no simples que habita em mim.