Pare de se desculpar por se priorizar e escolher cuidar de si mesmo!

Um poema de Daniell Koepke sobre a importância de se lembrar de cuidar de si mesmo como cuida dos outros.

Você não precisa ser produtivo para valer alguma coisa.

Fazer mais não o torna melhor, mais inteligente ou mais valioso. E fazer uma pausa não o torna preguiçoso. Isso o torna humano.

Ninguém pode trabalhar infinitamente sem precisar de tempo para descomprimir.

Ninguém está sempre indo, fazendo e criando.

Toda pessoa precisa de momentos tranquilos e dias lentos. Dias em que você não tem energia para fazer nada além de apenas existir. E você está autorizado a isso. Você tem permissão para descansar.

Você está autorizado a desacelerar e respirar.

Ter dias em que você não está trabalhando em direção a algum propósito ou plano maior.

Descansar é produtivo por si só. Você não pode ser bem-sucedido se estiver executando no vazio.

E você não pode dar a melhor versão de si mesmo se estiver constantemente negligenciando seu autocuidado.

Há força em ser alguém que honra o que precisa para lidar e sobreviver.

Força em honrar suas estações e se dar permissão para se livrar de tudo o que está carregando por um momento para que possa florescer mais tarde.

Você merece descansar se precisar. Você merece ter dias reservados para não fazer nada. Mesmo que outras pessoas com suas mesmas lutas fizessem mais. Mesmo que você “pudesse” ter se esforçado um pouco mais. Mesmo que você tenha feito uma pausa ontem.

Tudo o que você conseguir fazer hoje é suficiente.

Não importa o quê, você é o suficiente.

* Este poema é da página 19 do livro Daring To Take Up Space de Daniell Koepke, publicado pela Thought Catalog Books.

Você precisa aprender que cuidar de você é essencial.

*DA REDAÇÃO SAG. Foto de Liuda Brogiene no Unsplash.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

RECOMENDAMOS









Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!