Para ajudar desempregados do Brasil, homem cria “delivery de currículos”

Fotos: Kaká D’Ávila/Facebook/Reprodução)

A ideia cheia de iniciativa para o bem veio do brasileiro Kaká D’Ávila, natural do Rio Grande do Sul. Ele pensou como poderia ajudar as pessoas a enfrentarem a crise econômica que veio junto com o covid-19.

Como as pessoas precisam ficar em casa, ele teve a magnífica ideia de fazer um “delivery de currículos”, e passou a recolher e entregar currículos pela cidade, par ajudar aqueles que estão em isolamento social.

Em entrevista ao BHAZ, ele disse que já ficou dois anos desempregado e por saber qual é a sensação, resolveu ajudar como podia:

“Eu sei o quanto é horrível a dor do desemprego”, disse o servidor da prefeitura de Porto Alegre, Kaká D’Ávila.

Desde que iniciou essa ação benfeitora, Kaká já garantiu 38 contratações.

“Eu arrecado esses currículos e vou distribuindo em locais que eu sei que estão contratando e assim vai surtindo efeitos. Tem pessoas que conseguiram emprego graças a esse link”, acrescenta.

O agradecimento das pessoas é a sua maior recompensa

Como servidor da prefeitura, Kaka precisa conciliar os horários de trabalho remunerado, com a ação de ajuda aos desempregados que vem fazendo. Ele contou que assim que é solicitado, ele busca o currículo na casa da pessoa, e depois entrega nos locais que estão anunciando vagas, e que seu foco principal são as comunidades mais carentes.

“Muitos não têm nem comida, quem dirá dinheiro para comprar passagem e ir até o centro da cidade”, disse ele.

O “delivery de currículos” trouxe a ele alegria nesse momento de pandemia, pois o agradecimento das pessoas o deixa muito motivado.

“Tem pessoas que se emocionam, choram, fazem homenagem e é muito bacana isso. Pra eles é comida na mesa, é de onde vai tirar o sustento”, declara.

A generosidade de Kaka não tem limites.

Anteriormente ele já havia se dedicado a um outro projeto, a ‘geladeira do desempregado”. Nesse projeto, ele resolveu disponibilizar uma geladeira em um local público para que as pessoas pudessem deixar dentro dela além de alimentos, roupas para entrevistas de emprego, currículos e vagas disponíveis.

“A pessoa que está desempregada pode não ter como comprar. Quem está, sabe como é difícil”, lembrou.

Além disso, ainda está recolhendo mantimentos e entregando para famílias carentes:

Kaka, o seu exemplo com toda certeza irá motivar muita gente a fazer o mesmo, ou a ter outras ideias tão originais e eficazes quanto.

Parabéns!

*Com informações @kaka_davilapoa e BHAZ

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

RECOMENDAMOS









Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!