Perguntado sobre esse tempo de pandemia e como afeta a família humana, em uma entrevista exclusiva gravada para The Tablet o papa disse:

“Como estou vivendo isso espiritualmente? Estou orando mais, porque sinto que deveria. E penso nas pessoas. É isso que me preocupa: pessoas.

Pensar nas pessoas me unge, me faz bem, me tira da minha preocupação consigo mesmo.

Claro que tenho minhas áreas de egoísmo. Às terças vem meu confessor, que cuido das coisas lá.

Estou pensando em minhas responsabilidades agora e no que virá depois.

Qual será o meu serviço como bispo de Roma, como chefe da Igreja, no rescaldo?

Essas consequências já começaram a ser reveladas como trágicas e dolorosas, e é por isso que devemos estar pensando nisso agora.

O Dicastério do Vaticano para a Promoção do Desenvolvimento Humano Integral tem trabalhado nisso e se reunido comigo.

Minha maior preocupação – pelo menos o que vem por meio da minha oração – é como acompanhar e estar mais perto do povo de Deus.”

“Estou vivendo um momento de grande incerteza. É hora de inventar, de criar.

O povo de Deus precisa que seu pastor esteja perto deles, não para se proteger demais.

O povo de Deus precisa que seus pastores se sacrifiquem, como os capuchinhos, que permaneceram por perto.

A criatividade do cristão deve manifestar-se na abertura de novos horizontes, na abertura de janelas, na abertura da transcendência para Deus e para as pessoas, e na criação de novas formas de estar em casa.

Não é fácil ficar confinado em sua casa.

O que me vem à mente é um versículo da Eneida em meio à derrota: o conselho é não desistir, mas salvar-se para tempos melhores, pois nesses tempos lembrar o que aconteceu nos ajudará.

Cuidem-se de um futuro que virá. E lembrar, naquele futuro, o que aconteceu, fará bem a você.

Cuide do agora, pelo bem do amanhã.

Sempre com criatividade, com uma criatividade simples, capaz de inventar algo novo a cada dia.

Dentro de casa isso não é difícil de descobrir, mas não fuja, não se refugie no escapismo, que neste tempo não lhe serve.”

Que possamos nos unir como uma enorme família humana e não nos separar em egoísmo e desequilíbrio que foge da máxima do amor trazida a nós por Jesus.

*Informações The Tablet
*Papa Francisco (Flickr)

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Seu Amigo Guru
Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!