Pais recorrem a justiça para obrigar filho de 30 anos a sair de casa!

Esse caso real aconteceu em 2018, mas percebemos que existem muitas famílias que estão sofrendo essa mesma situação nesse exato momento.

Muitos pais estão tendo que sustentar filho adulto de mais de 30 anos que não quer deixar a casa dos pais e se acomodam em uma situação confortável.

Mas um juiz do interior do estado de Nova York ordenou que um homem de 30 anos se mudasse da casa de seus pais depois que seus pais foram ao tribunal pedir que a justiça o obrigasse.

Michael Rotondo disse ao juiz que sabe que seus pais o querem que ele se torne independente e saia da casa deles, mas ele argumentou que, como membro da família, tem direitos.

Em resposta o juiz da Suprema Corte estadual, Donald Greenwood, rejeitou esse argumento como ultrajante, relatou o Post-Standard of Syracuse, mas o filho disse a corte que iria apelar.

Mark e Christina Rotondo são os pais revoltados com o filho, eles abriram o processo porque, mesmo deixando cinco avisos para o rapaz, além de uma oferta em dinheiro para apoiá-lo no início de sua nova vida, ele não quis se mudar.

Em uma das cartas que os pais escreveram e protocolaram no tibunal eles diziam que so filho deveria sair da casa imediatamente, porque discutiu com sua mãe, e lhe deram 14 dias para encontrar um novo local.

“Michael, aqui estão $ 1.100 para você, para que possa encontrar um lugar para ficar”, começa uma das cartas. Ela sugere que ele venda seu aparelho de som, algumas ferramentas e quaisquer armas que possa ter para ganhar dinheiro e encontrar um espaço.

“Existem empregos disponíveis mesmo para aqueles com um histórico de trabalho ruim como você”, diz a carta. “Encontre um – você tem que trabalhar!”

Com repórteres assistindo no tribunal, Michael Rotondo argumentou contra a decisão dos pais por 30 minutos, a certa altura recusando o pedido do juiz para resolver as coisas diretamente com seus pais, que estavam sentados em silêncio nas proximidades.

Quando o Juiz o chamou ele disse que não estava pronto para sair da casa dos pais e pediu para que a imprensa o esperasse do lado de fora.

À imprensa ele contou que ocupa um quarto na casa dos pais, não fala com eles e não está pronto para sair de casa. Ele disse que tinha um negócio, mas não deu detalhes.

“Meu negócio é meu negócio”, disse ele.

O juiz instruiu o advogado dos pais a redigir uma ordem de despejo. O advogado Anthony Adorante disse que isso daria a Rotondo um tempo para desocupar.

Infelizmente, existem muitos filhos que abusam da boa vontade e do amor dos seus pais e, além de os desrespeitar e atrapalhar a rotina da casa por serem folgados e espaçosos, ainda acham que estão no direito de fazer da vida dos pais um inferno.

Que essa história possa fazer alguns “marmanjos” criarem vergonha na cara e decidirem seguir o rumo de suas vidas porque como adultos, quem deve ter condições de ajudar os pais somos nós, eles já fizeram muito e, agora, merecem descansar e aproveitar a vida.

*DA REDAÇÃO SAG.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

RECOMENDAMOS









Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!