O tempo, ou nos mata ou nos muda, constante e inevitavelmente, pra melhor ou pra pior. É como o vento que desenha as pedras. É como o mar que move a areia.

Toda mudança, interior e exterior, depende exclusivamente de decisões e de esforço. Somos o mar, somos o vento, somos o tempo.

Nem sempre a pessoa sabe qual decisão tomar, normal. Mas, tem vez que sabe e mesmo assim não toma. Depois essas constantes faltas de atitudes, cobram um alto preço.

Há pessoas que não querem nada e não têm nada, mas acreditam que merecem de tudo. Se acomodaram em sua pobreza mental e desconhecem o incrível poder do agir.

A mentalidade preguiçosa é um mal e uma autossabotagem, que impede de abrir os olhos, destravar a mente e tomar atitudes.

A facilidade do conforto evita perceber que não agir é a barreira que impede de vencer conflitos e avançar em busca de algo novo e melhor.

Evitar conflitos para manter paz, só faz a guerra acontecer dentro e fora de você.

A “zona de conforto” é um lugar viciante. O sofá da falta de atitude, a cama da preguiça, o celular – âncora, a comida fácil e um amor encostado, faz pessoas nunca se levantarem e batalharem por nada melhor.

Gente confortável e satisfeita com migalha, com o mínimo, com o gratuito sem esforço, com o fácil e improdutivo dia. Gente que nunca saberá o sabor que é a liberdade da independência.

O comportamento de esperar para receber é limitante e só produz efeitos negativos.

A mentalidade de fracasso impede que se inicie qualquer transformação boa. É ela a consequência de tudo o que deixamos de fazer, imaginando apenas ganhar.

Ocorre que, nem se faz, nem se ganha, nem se anda e fica tudo igual, a vida toda sem graça e sem nada. Assim, se enterra de vez a capacidade de se autodesenvolver e construir bons futuros.

Vivem apenas do presente, estagnados, sem ir pra frente. São como vítimas que se machucam, param e esperam que alguém as carregue. Não são como guerreiros que se machucam, cicatrizam, avançam e conquistam.

E para avançar, você precisa começar a mudar o seu hoje e questionar o seu agora, sair do conforto mortal imediatamente e iniciar sua caminhada sem olhar muito para trás.

Vá em busca de seus sonhos.

O seu “tempo ruim” só vai passar, quando você começar a agir e evoluir para trabalhar e construir o seu “tempo bom”.

Mudanças curam. Que todos sejamos curados. Cada um, onde sabe que precisa.

Avante.

*DA REDAÇÃO SAG. Foto de Sam Rios no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

RECOMENDAMOS









Escrever é uma fuga que sempre uso. Não tenho temas. Não tenho destinos. Alguns devaneios e desatinos, quem sabe. Solto as palavras ao vento. Viajo ao vê-las viajando pelo ar. Recolho as que voltam nos relentos das manhãs e me lavo em seus afagos. Eu me aguo, renasço. Palavras me acariciam a alma, despertam-me sentimentos, paz, calma. Leio, releio, rascunho e escrevo. Faço dos textos da minha lida, as estrelinhas da minha vida