Papa ensina o que fazer diante daqueles que nos perseguem, difamam e querem o nosso mal.

Por Antoine Mekary

Na audiência geral da quarta-feira, o pontífice ofereceu uma chave para a vida cristã, inspirada pela perseguição dos apóstolos e São Pedro.

O Papa Francisco ofereceu uma chave para a vida cristã aos que perseguem, caluniam e querem o mal dos discípulos de Jesus : “obedeçam a Deus em vez dos homens” (Atos 5:29).

Ele disse isso durante a audiência geral nesta quarta – feira, 28 de agosto de 2019 na Praça de São Pedro, no Vaticano.

Francisco lembrou a perseguição dos apóstolos que, com sua “ação curativa” em favor dos doentes e dos mais necessitados, sofreram o ódio dos “saduceus”, que os espancaram e aprisionram. Então, os saduceus incomodados com “sua libertação misteriosa, proibiram que ensinassem”.

“Essas pessoas viram os milagres que os apóstolos não viram por mágica, mas em nome de Jesus, e não os quiseram aceitar”, porque “seu coração era tão duro que não acreditavam nas coisas que viam” , disse ele.

Assim, o Papa lembra São Pedro que “ele responde oferecendo uma chave à vida cristã:

“Obedeça a Deus em vez dos homens”(Atos 5:29), o que significa ouvir a Deus sem reservas, sem adiamentos, sem cálculos; aderir a Deus para poder ter uma aliança com ele e com quem nos encontramos no caminho ”.

“Pedimos também ao Espírito Santo força para não nos assustar diante daqueles que nos mandam ficar calados, nos calunia e até ameaçam nossas vidas. Não entre em pânico, pedimos (o Espírito) que nos fortaleça internamente para ter certeza da presença amorosa e consoladora do Senhor ao nosso lado.”

Ternura divina

Francisco continuou o ciclo de catequese sobre os Atos dos Apóstolos e refletiu sobre a figura do apóstolo Pedro, que executou as obras de Jesus, seu Mestre, na varanda de Salomão.

“Quando olhamos para suas ações, vemos o próprio Cristo”, disse ele.

“Pedro, cheio do Espírito do Senhor, passa e, sem ele fazer nada, sua sombra se torna uma carícia de cura, uma manifestação da ternura do Ressuscitado, que se apóia nos enfermos e restaura a dignidade, a vida e a salvação”, disse o Papa.

Desse modo, ele continuou:

“Deus manifesta sua proximidade e faz com que as feridas de seus filhos se tornem o lugar teológico da ternura divina”.

“Nas feridas dos doentes, nas doenças que são obstáculos para avançar na vida, está sempre a presença de Jesus, a ferida de Jesus que chama cada um de nós para cuidar dele, apoiá-lo, curá-lo”, acrescentou.

Igreja amorosa com os doentes

Francisco evocou o capítulo 5 de Atos, para indicar que “a Igreja nascente se mostra como um” hospital de campanha “que acolhe os mais fracos, isto é, os doentes.

Seu sofrimento atrai os apóstolos, que não possuem “nem prata nem ouro” (Atos 3: 6), assim diz Pedro aos enfermos, mas eles são fortes em nome de Jesus ”.

“Os doentes são privilegiados na Igreja , no coração sacerdotal, por todos os fiéis. Eles não devem descartar. Pelo contrário, eles devem curar, proteger, são motivo de preocupação cristã. ”

“Assim, pode-se dizer que tudo em Pedro, incluindo sua sombra, irradia a vida do Ressuscitado: os doentes recuperam sua saúde e o mundo proclama a glória do Pai”, acrescentou.

Igreja na sombra de Jesus

Ele lembrou que o primeiro apóstolo é uma figura da Igreja, portanto, “sua sombra evoca a da Igreja, que na terra coloca seus filhos em pé e os destina aos bens do Céu, sem medo de obedecer a Deus, em vez de os homens”.

Em suas últimas saudações aos peregrinos, Francisco insistiu:

“Peçamos constantemente a força do Espírito Santo para trazer a todos a presença amorosa e consoladora do Senhor que caminha ao nosso lado”.

A audiência geral terminou com a canção do Pai Nosso em latim (Pater Noster) e a bênção apostólica.

Antes de iniciar a audiência, o Papa caminhou pela praça para cumprimentar os fiéis no papamóvel, acompanhado por um grupo de crianças se preparando para receber a primeira comunhão.

*Via Aleteia. Tradução e adaptação REDAÇÃO Seu Amigo Guru.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Seu Amigo Guru
Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!