O que busco, nunca encontrei em você. O que busco, encontrei em mim.

Mergulhar em si mesmo e encontrar partes, antes completamente escondidas, não é tarefa fácil; exige tempo, dedicação, afeto consigo mesmo, exige coragem, exige paciência.

Não perca o seu tempo precioso exigindo de outros, aquilo que com certeza pode encontrar dentro de você.

Não perca tempo buscando em alguém o que não vai encontrar, porque está em ti, no seu interior.

Não busque a vida inteira por uma pessoa que não existe.

Seja a pessoa que procura.

Encontre em você todas as condições necessárias para não criar ilusões sobre pessoas e relações impossíveis.

Faça um trato com você, que irá aproximar-se do seu ser, da sua essência, das suas necessidades.

Observe-se, enxergue-se mais, ouça os seus desejos mais íntimos, dê atenção aos seus sonhos, observe o que a sua razão e seu coração te dizem em relação a pessoas e situações.

Seja capaz de fazer melhores escolhas baseadas no que o seu ser te diz, não no que os outros esperam e querem de você.

Seja o seu ponto de partida e de chegada!

Esteja lá, quando ninguém mais estiver, esteja com você quando perder ou ganhar.

Seja um acolhedor de si mesmo.

Seja capaz de estar com você de verdade, em todos os momentos da sua vida! Seja o seu maior incentivador.

Não cobre ser uma pessoa que não é, não exija de você além do que consegue.

Seja capaz de compreender a sua natureza, a sua grandeza e a sua pequenez. Compreenda e valorize todos os seus aspectos.

Perceba, saiba ver tudo, o lado bom e as sombras. Somos uma reunião de coisas. Ter uma característica não inviabiliza outras. Somos fracos e fortes etc.

Busque aperfeiçoar-se, mas não crie modelos inexistentes de perfeição. Todos nós somos imperfeitos e, por mais aprimoramento, iremos cometer equívocos até morrermos. Somos humanos.

Não há nada de errado com você, não há nada de errado em quem falha, em quem comete equívocos, em quem não está alegre o tempo todo, em quem quer ficar sozinho de vez em quando, porque as pessoas, às vezes, cansam.

Não há nada de errado em se sentir cansado e querer parar um pouco para descansar. O mundo cansa. A roda viva de exigências, de trabalhos, de tarefas, cansa!

É bom ser de verdade, é bom respeitar a sua condição humana, suas idiossincrasias, suas bobagens.

Não há problemas se você não “agradar a gregos e troianos”, ninguém consegue isso. Que bom, desta forma sabe que é pessoa de verdade, e que não precisa ser outra pessoa além de você.

O melhor que existe na vida é poder ser exatamente quem você realmente é e ter pessoas que te apreciam e estão ao seu lado exatamente por você ter o seu jeito único.

Também é muito bom quando determinadas pessoas se distanciam porque não aceitam você do jeito que é. Isso é bom, porque só fica quem tem capacidade de sintonizar e de ver as suas capacidades, independente do seu lado sombra.

Siga como o maior desbravador, o desbravador de si mesmo. Siga como o maior conhecedor, o conhecedor de si mesmo. Siga sendo o maior incentivador, aquele que apoia e incentiva a si mesmo.

Dê as mãos a você, dê as mãos a quem você é de verdade e siga sereno, porque só vai irão em sua direção pessoas, coisas e situações que estejam na mesma energia e vibração. Porque tudo é encontro… e ressonância.

Atraímos o que vibramos em nosso interior, atraímos o que está em harmonia, ou em dissonância dentro de nós.

Equilibre-se!

Aceite-se e seja o maior foco de luz que puder ser, desenvolva o seu ser no amor, mesmo com todas as falhas humanas.

Quando descobrimos a nossa fonte de amor infinita, abundante, e bebemos nela todos os dias, desenvolvemos um potencial vibratório superior a qualquer equívoco, ou tropeço.

Ficamos mais fortes e nenhuma fala depreciativa a nosso respeito, torna-nos vulneráveis, porque temos real conhecimento da nossa pessoa, do nosso valor.

Beba da sua maior fonte, a de amor.

“Eu encontrei o que eu buscava bem aqui dentro de mim, e parei de buscar lá fora o que sentia falta em mim, e me dei de presente o amor que queria receber.

Encontrei em mim tudo aquilo que antes, não enxergava, porque insistia em olhar para os outros e com isso, me perdia de mim.” Iara Fonseca

Confie, acredite nos seus potenciais. Valorize-se.

Liberte-se de exigências, preconceitos, críticas, julgamentos, e seja exatamente quem você é.

Sinta-se muito bem em ser você.

*DA REDAÇÃO SAG. Texto de Patrícia Tavares. *Foto de Daniil Lobachev no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Patricia Tavares
Sou Psicóloga e Reikiana nível 2, trabalho há 19 anos em consultório com psicoterapia, hipnose clínica. Já trabalhei em hospital, núcleo de violência da mulher. Acredito na vida, no amor, nos bons sentimentos, no perdão, na beleza da alma, na superação, no ressignificar, na humanidade. Adoro escrever e falar sobre sentimentos, superações, motivar pessoas, conseguir promover o melhor, despertar o que possa ser maravilhoso em cada um de nós e libertar pessoas de suas prisões emocionais, com uma nova e especial forma de viver, independente dos acontecimentos da vida.