Hoje me deu uma vontade de fazer algo extraordinário. Então, pensei: o que poderia ser?

Depois de tanto pensar, entendi que, no mundo em que estamos vivendo, o extraordinário é acordar feliz e agradecido, em plena segunda-feira.

É dar bom dia, boa tarde ou boa noite a um desconhecido que você encontra na rua.

O extraordinário é ajudar a quem precise, mesmo que não o conheça, mesmo que tenhamos pouco!

O extraordinário é dizer às pessoas o quanto elas são especiais, o quanto você as ama.

É abraçar com vontade todas as pessoas ao nosso redor, sem motivo aparente.

O extraordinário é quebrar barreiras, perdoar, recomeçar, olhar nos olhos. É falar a verdade, mas, antes de tudo, ser verdade!

O extraordinário é sorrir, mesmo que o dia esteja nublado, mesmo que tudo pareça errado. É agradecer a Deus por tudo, pelos acertos, pelos erros, pelos ganhos, pelas perdas.

O extraordinário é ser uma pessoa de bem com a vida. É dar colo a uma pessoa, mesmo que você ache que ela não mereça! É ser humilde, mesmo tendo inúmeras riquezas.

É ser honesto em meio a tantas facilidades e ganância. É ter fé, quando tudo diz que não e seguir em frente.O extraordinário é cuidar do meio ambiente como se fosse a própria casa. O mundo pede socorro!

O extraordinário é ser você mesmo em um mundo cheio de padrões estereotipados. É viver a vida sem se preocupar com o que o outro vai achar.

Enfim, ser extraordinário é conseguir fazer esta lista de coisas simples,  que são mais fáceis do que a lei da física, mas mais difíceis do que fazer um simples café.

Porque o ego do ser humano está elevado, os valores estão distorcidos, as pessoas já não se importam umas com as outras a não ser com elas mesmas.

Mas eu acredito, a cada manhã que eu levanto, em um mundo melhor, porque foi Deus quem disse:

“Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês’, diz o Senhor, ‘planos de fazê-los prosperar e não de causar dano, planos de dar a vocês esperança e um futuro.” – Jeremias 29:11

Seja, hoje, o extraordinário na vida de alguém e principalmente em sua própria vida!

Não deixe que os problemas do dia a dia lhe tirem a alegria de viver e enxergar o bem, seja onde for!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Daniele Fidelis
Meu nome é Daniele Fidelis, tenho 30 anos. Sou Jornalista de formação, mas faz 5 anos que sou apenas dona de casa. Amo escrever e atualmente escrevo mais sobre a maternidade, pois há 2 anos que vivo completamente imersa nesta aventura. Mas gosto de escrever sobre o cotidiano também. Amo a vida e tudo que a compõe.