A denúncia traz a tona, revelações do passado que João de Deus tentou esconder!

A nova denúncia foi anunciada pelo fantástico no domingo de 24 de março e responsabiliza autoridades responsáveis por acobertarem as atitudes do médium em troca de favores ainda não esclarecidos.

Ele se considerava um homem de Deus, mas ainda não conhecemos a verdadeira face do verdadeiro João Teixeira de Farias, que ficou conhecido como João de Deus.

A investigação feita por repórteres do Fantástico vasculhou os arquivos da polícia e foram descobertas várias denúncias que não foram solucionadas e que remetem um passado sombrio, que vem sendo construído nos últimos 40 anos. O caso mais assustador aconteceu em 1943.

Uma mulher que não quis se identificar acusa João de Deus de ter abusado sexualmente dela quando ela tinha 17 anos e ainda atentado contra a sua vida!

O depoimento da vítima é repleto de detalhes e ela diz que primeiro, ele a estuprou em baixo de uma ponte, por ser virgem na época, o ato ocasionou uma hemorragia e João de Deus, teria ficado desesperado, em um rompante resolveu dar uma pedrada em sua cabeça, e depois, sacou a arma, disparou 3 tiros e a jogou no rio!

Por sorte, um pescador a resgatou e ela sobreviveu! Mas com muito medo, ela não teve coragem de denunciar e fugiu para o nordeste onde vive até hoje.

O caso prescreveu e hoje não existe mais a possibilidade de o acusar criminalmente por esse fato, mas ele serve para traçarmos um perfil psicológico do médium que se considerava um homem de Deus, mas que na verdade, trabalha e sempre trabalhou para si próprio.

Foram encontrados relatos do envolvimento do médium com tráfico de drogas, e também de material radioativo, além de tantos outros atos criminosos!

Inúmeras denúncias de abusos se#uais, tentativas e mandatos de assassinatos, e de uma rede de proteção envolvendo delegados, policiais militares e juízes tratavam de deixar João Teixeira seguro de que os casos não seriam investigados!

Muitos depoimentos surgiram dizendo que o medo rondava a cidade de Abadiana e ninguém tinha coragem de enfrentá-lo ou denunciá-lo, já que o que todos sabiam é que, quem se colocava no caminho dele, desaparecia!

Se não bastasse tudo isso, o médium também foi acusado de receber propina e de ter um patrimônio aproximado de 100 milhões de reais!

Brincadeira isso? Enganar tanta gente por tanto tempo?

Quantas pessoas também são coautoras desses crines nesse tempo todo por terem sido coniventes com a atitude desumana desse senhor?

Não é apenas esse João de “ninguém” que precisa estar preso, mas todos aqueles que foram coniventes com crimes tão cruéis praticados por alguém que sempre acreditou estar acima da lei dos homens, mas que agora está sendo lembrado, que não está acima da lei de Deus!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Iara Fonseca
Jornalista, poeta, educadora social, fundadora e editora de conteúdo do Rede de Ideias: PRODUÇÃO DE CONTEÚDO. Seu interior é intenso, sempre foi, transforma suas angustias em textos que ajudam muito mais a ela própria do que a quem lê. As vezes se pega relendo seus textos para tentar colocar em prática aquilo que, ela mesma, sabe que é difícil. Acredita que viemos aqui para aprender a ser, a cada dia, um pouco melhor, para si mesmo, e para o outro!