Não se sinta culpado por fazer o que é melhor para você!

Não se sinta culpado por eliminar pessoas tóxicas de sua vida. Mesmo que você os ame, mesmo que tenha passado momentos maravilhosos com eles no passado, você tem que fazer o que é certo e melhor para você hoje.

Lembre-se, mesmo que você seja a pessoa que está terminando o relacionamento, você não é o motivo pelo qual isso tem que acontecer. Os motivos respondem por si mesmos. É culpa deles. Não tua.

Você tem que fazer o que é melhor para você. Você tem que se colocar em primeiro lugar, mesmo quando dói.

Não se sinta culpado por se colocar em primeiro lugar, especialmente no que diz respeito à sua saúde mental.

Você pode ser egoísta. Você tem permissão para tomar decisões que o beneficiam, mesmo que incomodem as pessoas ao seu redor.

Não importa se alguém mais entende ou respeita sua decisão. Tudo o que importa é que você se preocupe consigo mesmo o suficiente para fazer o que é melhor para você.

Você nunca deve sacrificar sua saúde mental por outra pessoa. Afinal, se eles realmente se importassem com você, eles o encorajariam a fazer o que você precisa fazer para o seu bem.

Não se sinta culpado por desapontar outras pessoas, mesmo as pessoas que você ama. Você não pode fazer escolhas de carreira, escolhas de relacionamento ou quaisquer escolhas gerais de vida com base no que seus pais, amigos ou parceiro desejam de você. Você precisa fazer o que lhe traz mais felicidade.

Não há razão para fazê-los felizes se isso significar tornar-se miserável. Quando se trata de sua vida, suas emoções e suas opiniões são as mais importantes.

Não se sinta culpado por causar conflito. Se alguém o aborrece, você não precisa fingir que está tudo bem para manter a paz.

Você não precisa ser educado quando alguém o desrespeita completamente. Você tem permissão para falar o que pensa e dizer o que está errado.

Você tem permissão para chamar a atenção das pessoas quando elas cruzam uma linha imperdoável. Você não deve se sentir pressionado a ficar quieto quando está sofrendo por dentro.

Não se sinta culpado por dizer não quando seu prato estiver cheio. Mesmo tendo um coração bom, você não pode ajudar todos que pedem uma mão.

Você não quer se queimar para agradar outra pessoa.

Às vezes, você precisa decepcionar os outros. Às vezes, você precisa fazer o que faz mais sentido para você, em vez de ficar correndo, tentando divertir todo mundo.

Lembre-se de que você pode ser egoísta, mas isso não significa que precise andar por aí sozinho, apenas se importar consigo mesmo.

Isso não significa que você deva dizer e fazer o que quiser sem qualquer consideração pelas pessoas ao seu redor.

Isso não significa que você tem a permissão para desrespeitar sua família e amigos. Significa apenas que você não deve permitir que as pessoas pisem em você.

Você não deve deixar que outros tomem suas decisões por você. Você não deve presumir que seus familiares e amigos o conheçam melhor do que você mesmo.

Não se sinta culpado por fazer o que é melhor para você. Não hesite em fazer o que o deixa mais feliz porque, no final do dia, você é a única pessoa em quem pode confiar.

Você não é o culpado, você é o seu próprio herói.

*DA REDAÇÃO SAG. Via TC. Foto de christopher catbagan no Unsplash.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

RECOMENDAMOS









Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!