Inteligente é quem busca entender a si mesmo de uma forma integral, trabalha as suas emoções e transforma as suas sombras guiado por uma força bem maior e mais poderosa do que ele próprio, mas que paradoxalmente, se encontra dentro dele!

Sempre acreditei que a nossa inteligência não deveria ser medida pelas notas que tiramos na escola, pelos cursos que nos empenhamos a fazer ou pelos títulos que adquirimos ao longo da vida.

Inteligência para mim é muito mais do que isso! Envolve o ser como um todo, não apenas uma parte dele!

Não acredito também que deva ser levado em consideração o QI de uma pessoa, como se ele fosse sinônimo de genialidade! Já conheci algumas pessoas que possuem QIs elevadíssimos, mas de gênio não têm nada.

Geralmente quem se atenta demais a isso tudo são as pessoas mais burras que existem, pois ignoram os campos emocional, espiritual e possuem pouco traquejo social.

Elas acreditam que ter um QI reconhecidamente alto, atestado por uma associação ou instituição de respeito, garante a elas alguma coisa!

Talvez garanta algum status, que é facilmente desmoronado caso não haja boa utilização desse “quoficiente”.

Algumas não conseguem fazer nada de bom com esse alto QI, e muito menos criam coisas que sejam realmente significativas para a humanidade, acabam egoisticamente utilizando esse “número” em benefício próprio, justamente porque acreditam que a inteligencia é meramente cognitiva, quando na verdade, para que ela seja aplicada de forma efetiva e gere resultados que contribuam para um bem global, ela precisa de uma ajudinha de outras duas inteligencias pouco trabalhadas por eles e muito necessárias.

São elas: as inteligencias emocional e espiritual.

Aqueles que acreditam que são inteligentes apenas porque respondem rapidamente as questões propostas, ou porque possuem um belo de um certificado, ou porque tiveram essa “inteligencia cognitiva aprovada e atestada”, vivem tentando desvendar a lógica, e se enaltassem quando trabalham questões inerentes a vida prática.

Porém, eles não conseguem ir além, ficam presos em convenções sociais, tentando viver um pragmatismo absoluto e dão com “os burros n’água”.

Meio que no atropelo, vão desvendando temas desinteressantes, ao passo que, com o tempo, se frustam quando percebem que alguém que nunca teve o interesse de medir o próprio QI, aparenta ser mais “inteligente” do que eles, apenas porque se permitiu pensar “fora da caixa”!

Estava eu pensando como sempre faço…

Passo horas pensando na vida, com minha mente devaneada! Foi então que me deparei com essa frase atribuída a Michelle Obama, mas sinceramente, não encontrei nenhuma fonte confiável que comprove que ela disse isso realmente, mas é uma mulher que admiro muito, então, se alguém encontrar onde ela disse isso e em que contexto, por favor, coloquem nos comentários:

“Não queira estar com um homem que é burro demais para apreciar uma mulher inteligente”. Michelle Obama

Depois de ler essa frase pensei que muitas mulheres extremamente inteligentes deixam que homens “ferozmente” ignorantes destruam os seus ideais e desprezem as suas crenças.

Esses homens, não conseguem apreciar a inteligencia emocional, espiritual e as ideias racionais, impregnadas de sentido, que uma mulher verdadeiramente inteligente possui.

As ideias dessas mulheres são recebidas por eles como uma afronta. E isso deveria ser inaceitável. Nenhuma mulher deveria querer ao seu lado um homem desse tipo.

Um pessoa verdadeiramente inteligente sabe que grandes ideias capazes de iluminar pontos obscuros da nossa humanidade, sempre nascerão de uma forte intuição!

E infelizmente, muitos homens possuem uma imensa dificuldade em acessar essa tal “intuição”. Mas nós mulheres, possuímos esse canal mais fortalecido, porém, todos podem acessá-lo! O fato é que para se acessar a intuição é preciso querer se conectar com o que existe de divino em nós! E alguns homens ainda pensam que isso é coisa de mulherzinha! Ignorância pura! Mas azar o deles!

Comecei a lembrar dos pensadores e pensadoras que admiro e percebi que, de uma forma ou de outra, eles(as) passaram a vida lutando para alinhar o emocional e o espiritual, até mesmo os(as) que se declararam ATEUS.

Ou seja, as grande soluções trazidas pelas mentes mais brilhantes que já passaram pela Terra, obtiveram contribuições significativas por conta da racionalidade, mas apenas após a grande ideia, a famosa, “eureca” e essa, nada tem haver com a inteligencia cognitiva, mas sim, aflora quando o individuo consegue alinhar a capacidade de se equilibrar emocionalmente e de se conectar espiritualmente.

Uma pessoa verdadeiramente inteligente sabe que o cognitivo pode até resolver as questões práticas, articular, calcular, testar, manipular, mas é a inteligencia emocional que o manterá produtivo, equilibrado, motivado e atento! E sobretudo, é a forte conexão espiritual que abrirá o campo intuitivo e que trará as grandes ideias que possivelmente deverão solucionar grandes problemas que a humanidade vem passando.

Tido a ideia, o cognitivo se incumbirá de desbravá-la até que ela seja posta em prática, e enfim, possa ser comprovada cientificamente.

Caso o brilhante ser que teve a ideia não tenha habilidades cognitivas para colocá-la em prática, ele poderá se aliar a outros que as possuem, e nesse trabalho em equipe, algo significativo é criado.

Deixarei claro minha intenção nesse momento:

De nada adiantará você ter um QI maior do que o do Einstein, mas ser burro demais a ponto de ficar empacando para trabalhar as inteligencias emocional e espiritual.

Sabe por quê? Porque se você insistir em negar essas “importâncias”, as ideias que forem genuinamente suas sempre serão fracas, desprovidas de sentimentos nobres, e de conexão com a criação divina.

Nenhuma ideia brilhante sairá de cabeças meramente inteligentes com corações vazios!

Os maiores pensadores do mundo e que mais contribuíram para a evolução dos conceitos tecnológicos, científicos, emocionais e espirituais da humanidade, foram, em sua maioria, pessoas que não se vangloriavam de sua inteligencia racional, pelo contrário, buscavam agradecer por a possuírem, a colocando a serviço de todos!

Uma ideia brilhante nasce de um coração cheio de boas intenções, que possui uma mente fortemente conectada com um propósito maior!

Fuja de charlatões do QI que querem lançar teorias desimportantes!

De maneira alguma estou afirmando que para você ser inteligente de verdade você precise acreditar em Deus, e muito menos, que deva ter uma religião, estou afirmando que, para que você consiga criar algo que realmente traga benefícios ao mundo, você precisará se conectar com algo muito forte que existe dentro de você: o verdadeiro poder da criação!

Esses que querem se promover a todo custo, que se vangloriam da sua inteligencia medida por “quocientes” e que possuem um olhar extremamente “cabrestado”, como se fossem um animal com cabresto que só consegue enxergar o que está a frente, se tivessem a oportunidade de ver tudo o que acontece ao redor(emocional/espiritual), ficariam assustados demais para seguir em frente! Por isso se negam a desbravar esses outros dois universos… Porém, muitos deles buscam na terapia um apoio para não entrar em crise!

Leia também: Neurocientistas explicam que o esquecimento constante é um sinal de inteligência extraordinária

É preciso muita coragem para desenvolver as inteligencias emocional e espiritual

É preciso coragem porque elas revelam um mundo ainda pouco explorado, mas imenso em dimensão e profundidade.

Para desbravá-las não existe mapa, muito menos Gps, é preciso ter fé, crer em algo invisível, sentir uma energia que poucos sentem, e seguir um caminho extremamente pessoal, porém, muito instigante e recompensador.

Eu sou do tipo que não me obrigo a conviver com pessoas que desmerecem a importância da inteligencia emocional, e principalmente do poder espiritual.

Sou daquelas que não se encanta com meia duzia de palavras bonitas, floreadas de interesses escusos, e sem nenhuma verdade no olhar!

Para mim, a inteligência intelectual quando não está associada a uma verdadeira sensibilidade, a um equilíbrio mental, e a uma honesta conexão com o poder que nos criou, acaba sendo responsável por criações impregnadas de vaidade, ganancia e que são extremamente perigosas para a sobrevivência na Terra.

Quantas pessoas extremamente inteligentes já criaram “coisas” que aparentemente seriam benéficas para o mundo, mas acabaram, após alguns anos, caindo nas mãos de pessoas extremamente ambiciosas e dominadas pela sede de poder, que as transformaram em armas de destruição em massa?

Uma boa ideia desvinculada de amor e conexão divina é campo fértil para os corações impuros!

Mas infelizmente existem homens que são burros demais para apreciar uma mulher verdadeiramente inteligente que busca se aperfeiçoar emocionalmente, e que segue trabalhando suas sombras, transformando sua vida para melhor!

Que se move em direção do que é divino, com fé e confiança, e quer se conectar fortemente com o poder que existe dentro dela, não com o que vem de fora e é meramente material.

Aquela que sabe que a matéria virará pó, mas que a alma viverá eternamente!

Inteligente é quem busca entender a si mesmo de uma forma integral, trabalha as suas emoções e transforma as suas sombras guiado por uma força bem maior e mais poderosa do que ele próprio, mas que paradoxalmente, se encontra dentro dele!

Por tanto, se afaste de pessoas burras que se acham inteligentes! Pessoas que não sabem apreciar a sua inteligencia emocional e depreciam a sua fé espiritual! Nenhum homem vale mais a pena do que a transformação interna que o caminho do meio nos trás!

Uma mulher inteligente de verdade sabe que deve trabalhar as três inteligencias durante a vida.

Sabe que deverá estudar para sempre, que precisa praticar atividades terapêuticas, constantemente, não só para entender as suas emoções e os sentimentos, mas também para entender melhor o mundo a sua volta. E sobretudo, sabe que, desenvolver a fé e aprender a se conectar a essa força interior todos os dias é tão importante quanto as outras duas.

Texto de Iara Fonseca, visite a sua fanpage e o seu instagram

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Iara Fonseca
Jornalista, escritora, editora chefe e criadora de conteúdo dos portais RESILIÊNCIA HUMANA e SEU AMIGO GURU. Neurocoaching e Mestr em Tarot. Para contratação de criação de conteúdo, agendamento de consultas e atendimentos online entrem em contato por direct no Instagram.