Em um momento de descontrole emocional e dificuldade, é extremamente difícil conseguir retomar as rédeas da própria vida e se sentir alegre novamente.

É fato que todos nós já passamos por dificuldades na vida e muitos de nós ainda se encontram em momentos muito delicados, que exigem coragem, resignação e resiliência.

A maioria de nós, não gosta e nem consegue passar pelas provações sozinhos.

Quando nos sentimos vulneráveis e frágeis, queremos colo, queremos que nos compreendam, mesmo na loucura, queremos que literalmente, passem a mão em nossas cabeças e digam: “Deixa que eu resolvo pra você”, “isso vai passar”, “vou te ajudar”.

Bom, isso é o que esperamos que façam. Mas não é assim que funcionam as coisas.

Na maioria das vezes, quando nos mostramos desequilibrados em nossas emoções e quando a nossa mente negativa nos domina em ações desajustadas, o que conseguimos é que as pessoas que mais amamos, se afastem, e aquelas poucas que sobram, que ficam tentando nos ajudar, sofrem com o nosso sofrimento, sofrem com a nossa dificuldade de levantar a poeira e dar a volta por cima.

Quando evoluímos um pouco, quando amadurecemos nossas emoções, paramos de contaminar outras pessoas com a nossa tristeza, paramos de precisar do apoio emocional do outro, e principalmente paramos de sentir a necessidade de fazer com que o outro se sinta tão triste quando nós estamos nos sentindo.

Quando conhecemos o amor verdadeiro, paramos de nos vitimizar,porque passamos a entender como nossas emoções funcionam, e ao entender, paramos de vibrar negativamente.

Quando somos acometidos de maneira invigilante por sentimentos de baixa vibração, é sinal de que, de alguma forma, acabamos nos conectando com uma energia inferior, e por conta dessa queda de vibração, acabamos nos desequilibrando.

Quando amamos as pessoas com as quais convivemos, e quando nos amamos o suficiente, assim que entendemos que os nossos pensamentos e a nossa força mental negativa, foram as responsáveis por esse descontrole, paramos, aquietamos a mente, mudamos o foco dos nossos pensamentos, e nos sentimos em paz novamente, sem entorpecer ninguém.

Sim, essa atitude exige muito de nós. Essa atitude, exige AMOR. O amor verdadeiro!

Não existe salvação sem amor! Não existe amor verdadeiro, sem alegria.

O amor verdadeiro não se instala na tristeza. Ele é guia da alegria, e transforma lágrimas em sorrisos, mas para isso, ele precisa existir.

Aqueles que ainda insistem em vibrar negativamente, acabam transformando a vida dos amigos, e familiares, em uma constante dor. Porque acreditam que, quem os ama, deve estar ao lado deles sempre, mesmo que para isso, tenham que passar a vida em sofrimento, porém, esses irmãos meus amigos, estão completamente equivocados, e ainda desconhecem o amor verdadeiro.

LEIA TAMBÉM: “A fé opera milagres”, e a oração nos ajuda a reconhecê-los.

O amor verdadeiro jamais exigirá do outro tamanha abnegação, porque o amor verdadeiro não cabe na tristeza, ele renasce das cinzas de onde a tristeza se instala, e traz alegria a alma que sente e vive plena e feliz.

Ele é livre, e vive conectado com a energia criadora, com tudo que existe.

Sua vibração é tão alta, tão positiva, que só de se aproximar, já se sente as emoções vibrando tão positivamente quanto ele.

A dificuldade maior das pessoas que vibram negativante, é que elas pensam que o amor é tudo, menos amor.

Elas acreditam que o amor é apego, é cobrança, é superproteção, que o amor gera preocupação, que o amor deve tentar mudar o outro… E isso tudo, é tudo, menos AMOR.

O EQUIVOCO NA FORMA DE AMAR, É O QUE DEIXA TANTOS CORAÇÕES DOENTES. MAS PARA CONHECER O AMOR VERDADEIRO, É PRECISO, PRIMEIRO, QUE APRENDAMOS A NÃO PASSAR A NOSSA TRISTEZA PARA AQUELES QUE DIZEMOS AMAR.

Precisamos aprender a lidar com as nossas emoções e a mudar a nossa vibração.

Faça uma leitura edificante, coloque uma música agradável, com afirmações positivas e de poder, ou saia, faça caridade, visite pessoas que precisam de você, que necessitam de carinho, não se feche em sua dor, não construa muros em seus relacionamentos, faça do amor seu guia e da alegria sua salvação!

Para introduzir vocês, meus queridos, em uma atmosfera de alegria, onde o amor impera generoso, deixarei aqui uma mensagem da iluminada MEIMEI, que foi psicografada pelo espírito de luz, Francisco Cândido Xavier, e que demonstra o quanto devemos parar de amar de forma egoísta, e o quanto precisamos aprender a viver com alegria, impregnando a vida daqueles que amamos, com o amor que nada exige E NUNCA COM A TRISTEZA QUE NOS AFUNDA A NÓS E A ELES:

“ALEGRIA”

ALEGRIA É O CÂNTICO DAS HORAS COM QUE DEUS TE AFAGA A PASSAGEM NO MUNDO.

EM TODA PARTE, DESABROCHAM FLORES POR SORRISOS DA NATUREZA E O VENTO PENTEIA A CABELEIRA DO CAMPO COM MÚSICAS DE NINAR.

A ÁGUA DA FONTE É CARINHO LIQUEFEITO NO CORAÇÃO DA TERRA E O PRÓPRIO GRÃO DE AREIA, INUNDADO DE SOL, É MENSAGEM DE ALEGRIA A FALAR-TE DO CHÃO.

NÃO PERMITAS, ASSIM, QUE A TUA DIFICULDADE SE FAÇA TRISTEZA ENTORPECENTE NOS OUTROS.

AINDA MESMO QUE TUDO PAREÇA CONSPIRAR CONTRA A FELICIDADE QUE ESPERAS, ERGUE OS OLHOS PARA A FACE RISONHA DA VIDA QUE TE RODEIA E ALIMENTA A ALEGRIA POR ONDE PASSES.

ABENÇOA E AUXILIA SEMPRE, MESMO POR ENTRE LAGRIMAS.

A ROSA OFERECE PERFUME SOBRE A GARRA DO ESPINHO E A ALVORADA AGUARDA, GENEROSA, QUE A NOITE CESSE PARA RENOVAR-SE DIARIAMENTE, EM FESTA DE AMOR E LUZ!” MEIMEI

GRATIDÃO! GRATIDÃO! GRATIDÃO!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Iara Fonseca
Jornalista, poeta, educadora social, fundadora e editora de conteúdo do Rede de Ideias: PRODUÇÃO DE CONTEÚDO. Seu interior é intenso, sempre foi, transforma suas angustias em textos que ajudam muito mais a ela própria do que a quem lê. As vezes se pega relendo seus textos para tentar colocar em prática aquilo que, ela mesma, sabe que é difícil. Acredita que viemos aqui para aprender a ser, a cada dia, um pouco melhor, para si mesmo, e para o outro!