Uma menina brasileira, de 9 anos, chorou quando chamou uma amiguinha para brincar de castelo e princesa e ouviu “não existe princesa preta”, de uma mulher que estava ao lado, no parquinho. A criança amargou essa frase durante 5 dias e só depois conseguiu desabafar numa cartinha, que deixou na cama da mãe.

A história, que aconteceu em Anápolis, Goiás, cortou o nosso coração e o SNB fez essa matéria especialmente para essa garotinha linda, chamada Ana Luísa Cardoso Silva… pra dizer que existe princesa preta sim… Uma não, várias! E provaram isso, mostrando algumas delas. Além da Tiana, de a Princesa e o Sapo, que você já deve conhecer, existem muitas outras princesas como você pelo mundo a fora.

A verdade é que nem todas as princesas pretas vão parar nos livros, nas histórias e nos filmes, sabe por que? É que elas são princesas da vida real, de carne, osso e sentimentos, como você Ana Luisa. Cheias de vida, de beleza, de garra, de resistência, elas jogam por terra padrões antigos, arcaicos, preconceituosos e aos poucos estão conquistando o mundo.

Vamos contar um segredo pra você, Ana: os negros são tão lindos que os brancos vivem querendo imitar. Tomam sol na praia para ficar com a pele bronzeada. Malham na academia para ficar fortes como os negros. Clareiam os dentes para ficar branquinhos como os dos pretos. Você sabia que nos anos 70 e 80 muitos brancos faziam “permanente” para os cabelos ficarem cacheados e cheios como os seus?

Ah, e a voz dos negros? O timbre e a potência vocal dos pretos são impressionantes! Um dom de Deus.

A história

Ana Luísa escreveu uma carta para a mãe dela cinco dias depois de ouvir de uma mulher no parquinho onde brincava que “não existe princesa preta”.

A menina brincava com outra criança no Parque Ipiranga, em Anápolis, a 55 km de Goiânia, quando ouviu essa inverdade.

Na cartinha, Ana Luísa afirma que ama a Elsa, personagem do filme Frozen.

No texto ela perguntou: “Mamãe, é verdade que não existe princesa preta? Eu fui brincar, a mulher falou. Fiquei triste e com medo de contar para você. Ela falou que não tinha princesa preta. Eu chorei, mamãe”, escreve a menina.

O caso aconteceu do dia 1º, durante um piquenique que a família resolveu fazer no parque e a menina só conseguiu contar para a mãe 5 dias depois, na cartinha que deixou em cima da cama dela.

Ana Luisa disse que chamou outra garota para brincar de castelo e princesa, quando uma mulher loira, sentada num banco próximo à recreação, teria dito para ela que “não existe princesa preta”.

A menina também contou à mãe que um homem, que também estava no local, disse à mulher para não se dirigir às crianças dessa forma. Logo em seguida, ela saiu do banco e sentou em outro lugar da praça.

“Notei que ela estava triste desde aquele dia, mas não quis me contar. Quando eu li a carta, chorei muito. Ela é criança e não entende ainda”, disse a mãe, a humorista Luciana Cristina Cardoso, de 42 anos.

Racismo

Luciana contou que a filha não quer mais voltar ao parque, onde tudo aconteceu, e revelou que vai registrar um boletim de ocorrência pelo ato de racismo praticado contra a filha.

A mulher em questão ainda não foi identificada.

Recado para a Ana Luísa

Ana, existem princesas pretas sim. São jovens lindas como você e a gente pesquisou algumas para te provar isso. São garotas que encantam pela beleza, talento e determinação.

Recentemente o mundo aplaudiu a Miss Universo da África, a Zozibini Tunzi, que recebeu a coroa como a mulher mais bonita do planeta, lembra?

Aqui no Brasil temos a cantora Iza, que esbanja beleza, voz e talento.

Tem também a jornalista Maju Coutinho, que brilha toda tarde como apresentadora do Jornal Hoje, a também jornalista Luciana Barreto, da CNN Brasil, a atriz Taís Araujo, uma das protagonistas da novela das 9 da TV Globo, Amor de Mãe… e tantas outras que marcaram a história do Brasil por outros motivos.

A verdade

A verdade, Ana Luisa, é que são tantas pretas importantes no Brasil e no mundo, que passaríamos dias aqui pesquisando para te mostrar. Então, essa matéria é só pra você saber que existem princesas pretas sim! Que aquela mulher estava enganada.

Rinaldo de Oliveira, repórter do SBN escreveu essa matéria emocionado e disse:

“Agora você é a princesa do SóNotíciaBoa, tá? Um beijo de toda nossa equipe pra você!E não fica triste, não! Gente preconceituosa não merece a sua tristeza”.

Nós do Seu Amigo Guru também compactuamos com as mesmas ideias e por isso trouxemos aqui essa história de dor, mas também de empoderamento, porque nos sentimos indignados de ainda existirem pessoas brancas que tentam desmerecer e diminuir as pessoas “pretas”.

Negros, brancos, amarelos, vermelhos, não importa, somos todos iguais, o que difere em nós são apenas características que infelizmente não estão marcadas na pele para que possamos identificar logo de cara: o caráter, a maldade, a arrogância, e sobretudo esse sentimento asqueroso que algumas pessoas conservam de se sentirem superior por conta sua raça!

Desejo que nunca mais uma criança precise escutar uma idiotice dessas! E que também não precisemos noticiar que ainda existem pessoas capazes de serem preconceituosas tanto com adultos, mais principalmente, com crianças.

O portal fez uma entrevista com a mãe e a filha,deixaremos o link a baixo caso queiram assistir:

*Com informações de Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa
*Ana Luísa – Fotos: Arquivo Pessoal/Luciana Cardoso / Arte SnB

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS




Seu Amigo Guru
Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!