O propósito da oração é muito maior do que muitas vezes acreditamos. Aliás, acreditar, é a força motriz que nos direciona aos ouvidos de Deus. Quando oramos, devemos nos despir das máscaras que normalmente usamos, e revelar a nossa real face, aquela que Deus já conhece muito bem! É nesse momento que a sessão começa. E essa sessão terapêutica com Deus, baseada apenas em verdades, é capaz de realizar os mais inacreditáveis milagres.

A oração é capaz de acalmar os corações aflitos.

Muitas pessoas acreditam que a oração é simplesmente uma forma de adoração, uma maneira de nos mostrarmos inferiores e prestarmos referencias a um ser superior.

Mas o que a ciência já provou por A mais B é que a oração atua em uma região do nosso cérebro, no sistema límbico, e faz com que liberemos substancias importantíssimas que nos traz um sentimento de pertencimento e uma sensação de bem-estar, muito grande, e melhora a nossa autoestima.

Quando oramos com o coração, de forma autentica, estamos realizando a melhor das terapias.

Estar em oração é abrir o nosso coração como se abre a um melhor amigo.

Quando estamos em uma sessão terapêutica, contamos o que nos incomoda profundamente, e o que anda acontecendo com o nosso coração, o ato de falar abertamente, de desabafar, de externalizar aquilo que nos traz incomodo e que faz sofrer a nossa alma, é a maneira mais eficaz de exorcizar as dores e ressignificar os acontecimentos.

Somente quando falamos abertamente sobre o que nos incomoda, podemos olhar para aquilo e transformar.

Quando fazemos isso, direcionando nossas intenções a Deus, com fé e resiliência, recebemos imediatamente um medicamento espiritual que nos alivia a alma, e que nos concede esperança de que dias melhores virão, e de que tudo se resolverá, pela graça de Deus!

Na certeza de que quem está ali a nos ouvir, não ouvirá simplesmente, mas irá nos indicar um caminho melhor para seguirmos. Vai nos mostrar uma nova forma de enxergar aquele problema, sugerir soluções e nos encorajar para que apliquemos em nossas vidas, novas atitudes.

Quando abrimos o nosso coração para a Deus, é exatamente isso que acontece!

Quando ajoelhamos em referencia a Deus, relatando exatamente o que sentimos e o que precismos, revelando a nossa fragilidade e nos pondo humildemente a seu serviço, dizemos a Ele: “Senhor, eu tenho muitos problemas, mas acredito que o Senhor pode resolver todos eles”.

E ele pode!

Quantos relatos ouvimos de pessoas que não tinham mais esperanças, que viviam situações doentias, e se encontravam no fundo do poço, e ao se conectar de maneira sincera e abnegada em oração, obtiveram a mágica do consolo imediato, ou até mesmo o milagre tão esperado?

Milhares de histórias já escutamos, e devo salientar que, eu mesma, já recebi tal graça!Inúmeras vezes! Acredito que você também tenha recebido consolo através dela!

LEIA TAMBÉM: “Eu me lembro do dia que orei por coisas que tenho hoje!”

Mas se por acaso as suas orações não estão te trazendo essa calma e essa confiança, esse remédio tão impressionante…, pode ser que as suas orações estejam impregnadas de tudo, menos do amor e da fé, que possuem o poder de remover essas montanhas que estão te atrapalhando. Esse tudo, podem ser: queixas infundadas, inundadas de egoismo e mesquinheza, ou pode estar revelando que lhe falta humildade perante os acontecimentos da vida.

Porque uma oração realizada de forma mecânica, é como uma frase proferida por um papagaio, ele diz, mas não compreende exatamente o que diz.

Para que a sua oração seja efetiva e te traga os benefícios esperados, é essencial que você se conecte com a sua essência divina, e que você vibre amor, e se mantenha na fé, por todo o tempo em que ora.

Você deve se concentrar com todo o seu coração, em silêncio, e ser o mais sincero que conseguir com Deus.

Se a oração for simplesmente uma repetição, é sinal de que não estamos refletindo, e consequentemente, não estamos sentindo. Se não sentimos nem sequer a oração, como sentiremos o amor que Deus pretende direcionar a nós?

Para obter a unção de Deus, a oração deve estar impregnada de sentimento. Não é possível orar sem sentir, se não despertar sensações elevadas, a oração não atingirá o seu destino.

Ao orar estamos colocando diante de Deus as angustias e as alegrias desse dia, e desse momento que vivemos.

A oração exige que sejamos autênticos.

Não há espaço para falsidade e dissimulação em uma prece direcionada a Deus. Ele nos conhece mais do que nós mesmos.

A oração funciona sim! Mas para aquele que crê, para aquele que é verdadeiro aos olhos de Deus e nas atitudes com os homens, para aquele que confessa os seus problemas e agradece os seus progressos Àquele que é seu melhor amigo, Àquele que mais te ama.

VISITE O INSTAGRAM DO SEU AMIGO GURU E INSPIRE-SE

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Iara Fonseca
Jornalista, poeta, educadora social, fundadora e editora de conteúdo do Rede de Ideias: PRODUÇÃO DE CONTEÚDO. Seu interior é intenso, sempre foi, transforma suas angustias em textos que ajudam muito mais a ela própria do que a quem lê. As vezes se pega relendo seus textos para tentar colocar em prática aquilo que, ela mesma, sabe que é difícil. Acredita que viemos aqui para aprender a ser, a cada dia, um pouco melhor, para si mesmo, e para o outro!