Não é fácil se curar de uma mãe narcisista! O ciúme de uma mãe distorce o desenvolvimento normal de um filho.

No livro “Será que vou ser bom o suficiente? Curando as Filhas de Mães Narcisistas”, a autora descobriu que ouvia certos tipos de histórias dolorosas repetidas vezes, como temas em uma peça musical.

Um tema abordado no livro foi o de mães com ciúmes de suas filhas. Tanto que ela percebeu que existe muita dor na dinâmica mãe-filha quando a mãe tem um alto nível de traços narcisistas.

Mães normais ou saudáveis ​​têm orgulho de seus filhos e querem que eles brilhem. Mas uma mãe narcisista pode perceber sua filha ou filho como uma ameaça.

Se a atenção é desviada da mãe, a criança sofre retaliações, humilhações e punições.

A mãe pode ter ciúmes da(o) filha(o) por vários motivos: sua aparência, sua juventude, bens materiais, realizações, educação e até mesmo a relação da(o) jovem com o pai.

Esse ciúme é particularmente difícil para a(o) filha(o), pois traz uma dupla mensagem:

“Faça tudo certo para que a mãe fique orgulhosa, mas não faça muito bem ou você vai ofuscá-la”.

No livro, a autora Karyl McBride traz a história de Samantha, que sempre foi a pequena da família. Samanta diz que a maioria de seus parentes sofria por estarem acima do peso, incluindo sua mãe, que é obesa.

Quando Samantha tinha 22 anos, sua mãe arrancou suas roupas do armário e as jogou no chão do quarto, exclamando:

“Quem pode usar tamanho quatro hoje em dia? Quem você pensa que é? Você deve estar anoréxica, e é melhor que a gente te ajude!”

Outra personagem do livro disse: “Minha mãe sempre quis que eu fosse bonita, mas não muito bonita. Eu tinha uma cinturinha bonitinha, mas se eu usasse um cinto que definisse minha cintura, ela me dizia que eu parecia uma vadia.”

Outra relatou tristemente: “Mamãe me diz que sou feia, mas então eu deveria ir lá e ser linda de morrer! Eu era uma candidata a rainha do baile e mamãe agia orgulhosa com suas amigas, mas me punia. Há esta mensagem maluca: o verdadeiro eu é feio, mas eu deveria fingir no mundo real? Ainda não entendi.”

Embora muitas pessoas acreditem que ser invejado seria uma experiência desejável e poderosa, na realidade ser invejado, principalmente pela própria mãe, é enervante e terrível. O senso de identidade da filha é cancelado pelo desdém e pela crítica…

Muitos meninos veem a sua vida controlada pela mãe que decide todos os seus passos e os transformam em sua propriedade, os impedindo até de formarem uma família. Elas fazem jogos de manipulação, demonstram ciúmes e preocupação excessivas que os colocam prostrados e dependentes delas.

Na fase adulta, a filha ou filho de uma mãe narcisista, começa a entender essa dinâmica, e muitos, escolhem se afastar dessa mãe para poderem cuidar de sua saúde mental.

A proximidade, na maioria dos casos, invalida a cura.

Você sofreu com uma mãe nercisista? Conseguiu se curar? O que você fez para amenizar a sua dor?

*DA REDAÇÃO SAG.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

RECOMENDAMOS









Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!