Miss Russa, diz não conseguir fechar os olhos após cirurgia plástica.

Yulia Tarasevich, 43, foi vice-campeã do concurso de beleza Mrs Russia-International há dois anos, mas logo depois decidiu se submeter a uma série de procedimentos em uma clínica em Krasnodar, no sul da Rússia.

A Daily Mail ela disse que seu rosto ficou muito inchado e inflamado após as cirurgias que custaram, inicialmente, £ 3.000, que incluíram um lifting facial, uma blefaroplastia (correção cosmética das pálpebras) e uma minilipoaspiração.

“Cheguei a eles com um rosto bonito e saudável”, disse ela.

miss-russa.fw

“Eu só queria corrigir algumas nuances causadas pelo envelhecimento. Mas, infelizmente, perdi minha saúde”, lamentou.

miss-russa-antes-da-cirurgia

Yulia disse que não consegue mover algumas partes do rosto ou fechar os olhos, apesar de ter se recuperado da cirurgia e ainda teve que gastar mais £ 20.000 nas tentativas de corrigir o problema, sem sucesso.

miss-russa-nao-consegue-fechar-os-olhos-apos-cirurgia-plastica2

Ela agora apresentou uma queixa criminal contra os dois médicos envolvidos em suas operações originais, embora eles afirmem que as complicações surgiram como resultado de um defeito genético raro.

medicos-que-fizeram-a-cirurgia

Os médicos, Andrey Komarov e Omar Khaled na foto.

Omar Khaled disse que o caso foi “exagerado”. Ele e Komarov estão agora sob investigação por desrespeitar as leis sobre a ‘segurança da vida e da saúde’, de acordo com o Comitê de Investigação da Rússia.

Assista o vídeo que a ex-miss russa, fez para denunciar os médicos:

Ela disse ao canal russo 1: “Tenho cicatrizes que se formaram nas minhas bochechas quando arrancaram todo o meu tecido.

“Meus olhos não fecham e não consigo sorrir.

“Não consigo levantar o lábio superior e uma parte do meu rosto não funciona.”

‘Fui tranquilamente para a operação, em primeiro lugar, porque todos os meus exames estavam em ordem.

‘Segundo, porque eu fiz plástica antes disso, fiz rinoplastia e deu tudo certo para mim, sem nenhuma anormalidade genética.’

Os cirurgiões envolvidos em seus procedimentos originais – Andrey Komarov e Omar Khaled – afirmam que a rainha da beleza tinha uma condição genética rara – esclerodermia – que era impossível prever e negar qualquer responsabilidade por seu pesadelo.

A esclerodermia resulta em áreas duras e espessas da pele e às vezes pode causar problemas com órgãos internos e vasos sanguíneos, pois o sistema imunológico da vítima ataca o tecido conjuntivo sob a pele.

Mas nenhuma evidência veio à tona até agora para sugerir que Yulia sofria dessa condição.

“Os cirurgiões me fizeram a única culpada pelo que aconteceu”.

“Os médicos que desfiguraram meu rosto se livraram de toda a responsabilidade”, lamentou a ex-miss russa.

A porta-voz do comitê, Anna Pushkina, disse: “Um exame médico forense foi designado para determinar a gravidade dos danos à saúde, e outros pacientes que poderiam ter sofrido com serviços de baixa qualidade nesta clínica também estão sendo identificados.

“A investigação do caso criminal está em andamento.”

*DA REDAÇÃO SAG.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

RECOMENDAMOS









Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!