Ministro faz discurso na água e alerta o mundo sobre o aquecimento global. “Nossa ilha vai desaparecer”.

“Acreditamos que existe tecnologia para salvar nossas ilhas e que isso é uma prioridade. E, obviamente, também estamos trabalhando na pior das hipóteses, quando perdemos nossas terras e somos forçados a nos mudar”, disse Simon Kofe, ministro das Relações Exteriores da ilha de Tuvalu, na Polinésia.

As mudanças climáticas e seus efeitos adversos são um problema que deve gerar um interesse cada vez maior por parte dos líderes mundiais.

Especialistas no assunto alertam que, se ações enérgicas não forem tomadas prontamente, as consequências serão piores, pois o assunto é como uma bomba-relógio.

Portanto, trata-se de atrair a atenção de quem está em posição de poder para tomar as decisões necessárias. Um país que quer dar visibilidade à relevância do assunto é Tuvalu, uma pequena ilha da Oceania que faz parte da Polinésia, cujo Ministro das Relações Exteriores teve uma ideia notável para que os ouvidos do mundo os ouçam por um momento.

Nossa ilha vai desaparecer,disse ministro
Reuters

Simon Kofe decidiu fazer seu discurso na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP26) com um cenário interessante:

O ministro falou de uma praia com água até os joelhos, para alertar que sua ilha pode desaparecer em poucos anos com a subida no nível do mar.

O representante do governo para as Relações Exteriores enfatizou que esta ilha do Pacífico inferior, como outras em seu estado, corre um sério risco se o avanço do aquecimento global continuar.

“A ideia era comunicá-lo aos dirigentes na COP26 para que vissem como é sentir o impacto das alterações climáticas”, comentou, em conversa com o Euronews.

“Vivemos em um mundo interconectado e as coisas que são feitas de um lado do mundo impactam a todos nós” , acrescentou o ministro.

E assim ele cumpriu sua missão.

A imagem de Kofe falando da praia deu a volta ao mundo de forma muito rápida e inesperada. É um assunto sério e urgente, por isso essas nações esperam que propostas e medidas saiam desta conferência em curto prazo.

Ministro faz discurso na água e alerta o mundo sobre o aquecimento global
Reuters

“A prioridade agora é proteger nossas ilhas para que elas não se desapareçam com o avanço da água. Existem projetos de recuperação em andamento agora em Tuvalu. Por isso, acreditamos que existe tecnologia para salvar as nossas ilhas e que isso é uma prioridade. E, obviamente, estamos trabalhando também na pior das hipóteses, quando perdermos nossas terras e formos obrigados a nos mudar”, explicou.

Tuvalu tem uma população de cerca de 12.000 habitantes, ameaçados pela subida do nível do mar, gerado pelo degelo dos pólos.

Assita o discurso:

*DA REDAÇÃO SAG. INFORMAÇÕES REUTERS.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

RECOMENDAMOS









Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!