Silas, um menino norte-americano que amava Jesus e acreditava piamente na existência do paraíso, faleceu, mas nos deixou uma grande lição de amor e aceitação, e devemos compartilhá-la com aqueles que estão passando pela mesma aflição e pela mesma dor. Você vai se emocionar quando assistir ao vídeo onde ele descreve o quão lindo é o paraíso.

Ele fez um relato sincero e provou que não importa a idade cronológica que temos, o que importa mesmo é a nossa capacidade nos conectar com a essência divina: o amor.

Nossos sofrimentos podem ser intensos, mas se temos a força de nos alinhar com as verdadeiras intenções de Deus, teremos a chance de receber o que existe de maravilhoso na criação.

Ele nos deixou uma grande lição: Deus está a nossa espera, está querendo que nós sejamos a exemplo que Jesus foi.

Jesus quer que nos entreguemos a ele e que confiemos na sua providencia divina.

Quando nos entregamos a Jesus, obtemos o milagre, mesmo que o milagre não seja a cura definitiva de nossos males, ele pode ser a revelação de que a felicidade não pertence a esse mundo.

LEIA TAMBÉM: Deus não te esquece, nunca falha e jamais irá te decepcionar.

Jesus é força, é amor, é aceitação, é esperança, e ele nos fortalece mesmo nos momentos mais difíceis. O exemplo da força de Silas nos emociona. É claro que gostaríamos que ele ainda estivesse aqui, gozando de plena saúde, mas a cada um de nós foi nos nada uma missão, e a ele foi dada a missão de revelar que o paraíso existe e que Deus espera que nós aceitemos as provas para que possamos transcender a um mundo onde não existe sofrimento.

Ele disse a sua mãe:

“O que eu amo é que tudo é tão bom no céu”.

“Eu não tenho certeza”, ele responde pensativo.
“Você vai ter um novo corpo no céu?” pergunta a mãe dele.
“Sim”, ele respondeu.
“Como será seu novo corpo?”
“Sem câncer … E eu não vou ficar doente nunca”, diz ele.
“Você vai ficar sozinha no céu?”
“Não. Deus vai estar comigo.”

E continua…

“Você sabe a minha parte mais favorita sobre o céu?” ele pergunta a ela no vídeo.

“Isso tudo, que as ruas são de ouro. E minha próxima parte favorita que eu amo é que tudo é tão grande no céu … E Jesus e Deus estarão comigo.”

Silas tinha apenas 4 anos quando morreu. Antes deste partir, o pequeno contou à mãe como imaginava o céu e como estava feliz em poder, em breve, conhecê-lo:

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Iara Fonseca
Jornalista, poeta, educadora social, fundadora e editora de conteúdo do Rede de Ideias: PRODUÇÃO DE CONTEÚDO. Seu interior é intenso, sempre foi, transforma suas angustias em textos que ajudam muito mais a ela própria do que a quem lê. As vezes se pega relendo seus textos para tentar colocar em prática aquilo que, ela mesma, sabe que é difícil. Acredita que viemos aqui para aprender a ser, a cada dia, um pouco melhor, para si mesmo, e para o outro!