Justin Bieber surpreendeu os fãs que aguardam ansiosamente um novo single. Ele se declarou evangélico e afirmou que só voltará a gravar quando Jesus o permitir.

Com uma carreira infantil de sucesso, Justin cresceu em meio a fama com uma superexposição que deve enlouquecer qualquer um. E enquanto crescia demonstrava fortes problemas de comportamento e disfunções psicológicas.

Qualquer um que não tenha uma força interior canibalizada para o bem se desvirtuaria nesse processo. E depois de vários escândalos envolvendo seu nome e de ter que interromper a última turnê “Purpose”, por conta de problemas com a polícia de Los Ângeles, ele decidiu, finalmente, se cuidar.

E declarou em suas redes sociais:

“Eu li muitas mensagens dizendo que vocês querem um álbum. Eu fiz turnês durante toda a minha adolescência e o começo dos meus 20 anos.

Eu percebi, assim como vocês provavelmente também viram, que eu estava infeliz na última turnê. Eu não mereço isso e vocês não merecem isso. Vocês pagam dinheiro para vir e assistir a um show energético, divertido e eu não consegui dar essa sensação a vocês no final da turnê”, disse ele.

E continuando, afirmou que só fará uma outra turnê se sentir a autorização do Rei (Jesus).

“Meu estilo é inegável e minha movimentação é indescritível, Seu amor é sobrenatural, Sua graça é tão confiável … o topo é onde eu moro. Se eu faço música ou não, é o Rei quem me diz isso”, afirmou.

View this post on Instagram

So I read a lot of messages saying you want an album .. I’ve toured my whole teenage life, and early 20s, I realized and as you guys probably saw I was unhappy last tour and I don’t deserve that and you don’t deserve that, you pay money to come and have a lively energetic fun light concert and I was unable emotionally to give you that near the end of the tour. I have been looking, seeking, trial and error as most of us do, I am now very focused on repairing some of the deep rooted issues that I have as most of us have, so that I don’t fall apart, so that I can sustain my marriage and be the father I want to be. Music is very important to me but Nothing comes before my family and my health. I will come with a kick ass album ASAP, my swag is undeniable and my drive is indescribable his love is supernatural his grace is that reliable…. the top is where I reside period whether I make music or not the king said so. 👑 but I will come with a vengeance believe that.. (grammar and punctuation will be terrible pretend it’s a text where u just don’t care).

A post shared by Justin Bieber (@justinbieber) on

Uma das causas de seu comportamento mais ajustado atualmente é que Justin Bieber está casado com a modelo Hailey, que tem sido uma verdadeira salvação para ele e o ajudou a começar a frequentar a igreja evangélica Hillsong Church há algum tempo.

Depois que começou a frequentar a igreja, Justin e Hailey são vistos constantemente em retiros e em ações evangélicas, fator que fez com que Justin se tornasse um grande amigo do pastor Carl Lenz, que lidera a igreja.

O medo atual dos fãs fervorosos é que ele se dedique a música gospel e deixe de brilhar nos palcos pelo mundo a fora com a música que o fez brilhar mundialmente, o pop.

Se é para salvar a vida dele, os fãs deveriam glorificar essa decisão, ou que preferem? Um deus pop para endeusar morto, ou um fiel gospel para louvar, vivo?

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Iara Fonseca
Jornalista, poeta, educadora social, fundadora e editora de conteúdo do Rede de Ideias: PRODUÇÃO DE CONTEÚDO. Seu interior é intenso, sempre foi, transforma suas angustias em textos que ajudam muito mais a ela própria do que a quem lê. As vezes se pega relendo seus textos para tentar colocar em prática aquilo que, ela mesma, sabe que é difícil. Acredita que viemos aqui para aprender a ser, a cada dia, um pouco melhor, para si mesmo, e para o outro!