Jovem solteira adota 4 irmãos para impedir que fossem separados.

A jovem solteira adotou os quatro irmãos porque não queria separá-los.

Melissa Servetz é solteira e não pensava em ser mãe tão cedo. Ex-professora da Flórida, ela trabalhou em serviços sociais por vários anos e viu a necessidade de tantas crianças encontrarem um bom lar para serem acolhidas e amadas.

Nesse trabalho voluntário ela conheceu Jade, Destiny, Matthew e Emerson, e logo, se encantou com eles. Ela não queria que os 4 fossem separados, então decidiu adotar todos de uma vez, e não se arrepende. Ela diz que foi a melhor decisão que ela tomou na vida.

A paixão pela adoção aconteceu em 2015, e desde então já adotou cerca de 56 crianças. Suas idades variaram de bebês a crianças de 5 anos ou menos. Mas os últimos quatro filhos que ela criou eram especiais e mais tarde se tornariam seus próprios filhos adotivos

“Isso foi [para] meu benefício também porque me tornei mãe; uma mãe para sempre, disse Melissa. “Tenho, na minha opinião, os melhores filhos do mundo. Eu não trocaria nada por isso. Eu quero que eles se lembrem que eu os escolhi. Eu não tive que criá-los, mas escolhi ser a mãe deles”, afirmou.

Mas foram os últimos quatro irmãos que recebeu em casa que ganharam totalmente o coração dela.

“Eu estava solteira e fiquei tipo, ‘Por que não? Vamos fazer isso’”, compartilhou Melissa. “’Vamos tentar ajudar as crianças que realmente não têm um lugar seguro para chamar de lar.’”

Ela conta que adotou primeiro as irmãs Jade (2 anos e meio na época) e Destiny (16 meses). Depois de alguns meses, conseguiu a guarda do Matthew e do Emerson quando eles tinham apenas alguns dias de nascidos.

Melissa admite que não pretendia ser mãe de quatro filhos, mas estava determinada a manter os irmãos juntos porque o vínculo que eles têm é “inquebrável”.

“Na verdade, eu não me via como uma mãe solteira de quatro, talvez dois, você sabe”, disse Melissa. “Mas não havia como eu deixar os meninos irem para outra pessoa e ficar longe de seus irmãos. Não tem jeito.”

Ela admite que tanto a adoção quanto o processo de adoção são uma jornada cansativa, mas que no final valem muito a pena.

jovem-solteira-adota-4-irmaos-para-impedir-que-fossem-separados1

“Adoção e assistência social sugam seu coração”, disse Melissa. “Mas, ao mesmo tempo, você sabe que está fazendo algo e está ajudando aquela criança no momento em que ela mais precisa de você.”

Ela incentiva outras mulheres solteiras a considerarem a adoção também. Ela disse que as comunidades online têm sido um ótimo sistema de apoio para ela, além de pais e amigos.

*DA REDAÇÃO SAG. Com informações de Inspire More

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

RECOMENDAMOS









Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!