Imagine o final que você gostaria para o problema que te aflige. Aquele que te deixará extremamente feliz! A solução sempre esta dentro do problema. As vezes, é preciso esperar, analisar cada ponto, para entender o conselho implícito em cada questão.

A inteligencia divina da a resposta assim que você a chama com fé e confiança. Basta estar disposto a ouvir, sem negar a resposta que viver, porque quando negamos, não a escutamos.

A mente que recebe o pensamento atribuído ao ego, não consegue solucionar problemas, pelo contrário, arruma mais alguns para a coleção.

A mente que acolhe o pensamento desprovido de ego, vislumbra e sente a felicidade da solução chegando e tudo se resolvendo de forma feliz, e apenas aguarda, com fé e confiança!

Você cria padrões e hábitos ao repetir inúmeras vezes um pensamento ou uma ação, até fixa-lo e torna-lo automático, é assim que se aprende a nadar, dançar, amar…

Você tem a liberdade de escolher um mal habito ou um bom hábito.

A oração é um bom hábito. Criticar, discutir e controlar não são.

O único obstaculo ao seu sucesso e a sua realização é o seu pensamento.

Pensar negativamente leva você a tomar atitudes e fazer escolhas equivocadas.

LEIA TAMBÉM: Deus não responde a oração de um coração egoísta!

O único azar que o persegue e a qualquer pessoa é um pensamento de medo repetido insistentemente.

Para acabar com a falta de sorte você deve trabalhar com fé e confiança na certeza de que levará tudo na honestidade, na sinceridade e que será leal aos seus afetos e a tudo que se comprometer, ou seja, a tudo que iniciar.

Para que coisas boas aconteçam em nossas vidas precisamos visualizar como se elas já estivessem acontecendo. Imagine o final feliz, aquilo que você deseja ardentemente e o persiga com fé e confiança!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Iara Fonseca
Jornalista, poeta, educadora social, fundadora e editora de conteúdo do Rede de Ideias: PRODUÇÃO DE CONTEÚDO. Seu interior é intenso, sempre foi, transforma suas angustias em textos que ajudam muito mais a ela própria do que a quem lê. As vezes se pega relendo seus textos para tentar colocar em prática aquilo que, ela mesma, sabe que é difícil. Acredita que viemos aqui para aprender a ser, a cada dia, um pouco melhor, para si mesmo, e para o outro!