Hoje acordei com vontade de te abraçar daquele jeitinho especial. Meus braços em teu pescoço, e o seu em minha cintura.

Tomar um cafezinho com cheiro de mistérios. Vestir uma roupa que me deixasse com sensação de liberdade, que me fizesse sentir vontade de sair de mãos dadas com você sem relógios do tempo.

Queria poder dar bom dia ao sol, e sentir em meu rosto, brilhar a saudade.

Queria abrir os braços cada vez que o vento passasse soprando em meus cabelos e me introduzindo ao trono do meu pensar, deixando meu corpo leve e meu coração acelerado.

Hoje eu queria ir a um lugar só nosso, mesmo com minha tola imaginação, e andar quantos caminhos fossem possíveis, sem surpresas, sem indagações, apenas momentos.

Hoje eu queria apenas estar com você, em um lugar qualquer, tocar em teu rosto suavemente, olhar em teus olhos como se não existisse mais nada em nossa volta, e beijar tua boca levemente.

Queria conseguir por instantes sentir tua doçura.

Hoje eu queria apenas andar por um caminho novo, provavelmente desconhecido, mas que fosse nosso, para juntos, brindarmos nosso doce amor.

Hoje tenho todo tempo do mundo pra pensar em nós…

Porque tem gente que é assim, entra no nosso coração, abre as janelas da nossa alma, traz alegrias e felicidade, senta e começa a nos analisar.

Tem gente que é assim, consegue nos fazer esquecer das dores.

Tem fome e sede de nos ver sorrindo, desocupa os lugares de sofrimentos, nos faz ama-la, e depois disto tudo, se tranca lá dentro, e engole a chave, e não quer sair mais…

Hoje tenho todo tempo do mundo pra pensar em nós… Hoje eu queria apenas estar com você, em um lugar qualquer… Hoje eu queria ir a um lugar só nosso, queria apenas te abraçar daquele jeitinho…

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

*Imagem de StockSnap por Pixabay

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS




Cecilia Sfalsin
CECILIA SFALSIN, EVANGÉLICA, Filha do Deus altíssimo. Autora dos livros: Seguir em frente e Minha vontade de vencer é maior. Desprendida, é assim que me descrevo. Levo a vida com delicadeza, e as letras como um escape das rotinas e dos encargos que os dias nos obrigam a assumir. Sou quase amável, cristã, e apaixonada pelo autor da fé e da vida, Jesus.