Hoje eu me escolho! Me coloquei no topo da minha lista de prioridades!

Generosidade com os outros é uma qualidade que pode falar muito bem de nós e não devemos perdê-la, mas precisamos aprender a nos colocar no topo dessa lista de prioridades.

Podemos estar tão acostumados a dar, a ser pelos outros, que pode ser estranho para nós decidir com base no que queremos ou precisamos.

No entanto, é necessário cuidar de nós mesmos e tentar ser por nós mesmos, porque todos estão em seus processos particulares e todos devem ser capazes e, acima de tudo, devem ter a consciência e a responsabilidade necessárias para fazer as próprias coisas para se sentirem bem.

Por mais que ser para os outros nos faça sentir bem, devemos garantir que isso não nos impeça de prestar a devida atenção a nós mesmos.

Perder tempo

Às vezes, gastar tempo com nós mesmos parece uma ideia maluca.

Permitir-nos fazer o que gostamos, passar um dia inteiro sem pensar em mais ninguém, afastar-se um pouco do telefone, da rotina diária, para poder ouvir o que temos a dizer é um verdadeiro luxo.

Mas devemos lembrar que somos nós que organizamos nossa agenda e temos que abrir blocos para o que precisamos.

Não se preocupe com o que eles dirão

Nunca seremos capazes de agradar a todos e, quando quiserem nos criticar, sempre encontrarão motivos para isso. É por isso que será melhor ignorar o que os outros dizem, especialmente quando isso não nos traz nada de positivo e nos limita a nos oferecer aprovação.

Eles não precisam nos validar de fora, somos nós que devemos nos sentir à vontade e satisfeitos com quem somos.

Nós vamos conseguir isso quando decidirmos nos dar nosso lugar de direito e, paradoxalmente, quando nos aceitarmos e nos reconhecermos, o mundo exterior também o fará, mas isso não é mais relevante para nós.

Desfrutar a vida

Encontrar todos os dias onde colocar o nosso foco, tentando fazer algo ao nosso gosto, dedicando nossa atenção ao que nos faz sentir bem, são as melhores opções que podemos tomar e, nessas decisões simples, dependerá de enfrentarmos a onda com a intenção de apreciá-lo, em vez de sofrer ou apenas tentar não se afogar na jornada.

Desfrutar ou sofrer são opções que nem precisam depender das circunstâncias; sempre, sem exceção, podemos resgatar algo positivo de qualquer situação e sempre podemos decidir em que focaremos.

Só precisamos treinar a nós mesmos para escolher nossos pensamentos e não nos prender àqueles que não são convenientes para nós, que não nos permitem desfrutar de nosso presente, mas que nos mortificam, nos angustiam ou nos entristecem.

Aprendendo a a nos colocar no topo das nossas prioridades

A vida nos apresentará muitas ocasiões em que teremos que decidir se alguém gosta de nós, se cuidamos de nossa imagem, se semeamos algo ou se respeitamos e valorizamos a nós mesmos.

Às vezes, ficamos em lugares inapropriados, onde eles não são recíprocos com o que damos, onde não nos tratam bem e nem nos agradecem pelo que podemos fazer, por não saberem como nos escolher.

Aprender a estabelecer limites, dizer não, dar-nos o nosso lugar, faz parte de aprender a nos escolher.

Não devemos ficar em lugar algum onde nosso sorriso é roubado, onde eles nos levam menos, onde nos pedem e nos exigem e nunca estejam quando precisamos.

A vida é curta e se não perseguirmos o que queremos, os nossos sonhos, se não colocarmos nossas asas para que em algum momento possamos decolar, dificilmente teremos chance de chegar aonde gostaríamos e olharemos para trás e perceber que nunca fomos o que gostaríamos de ter sido.

Nossas prioridades são o que mais pesam no final … Então, tome medidas agora … a primeira: decida ser sua prioridade.

*Tradução e adaptação REDAÇÃO Seu Amigo Guru. Com informações de Rincon del Tibet.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Seu Amigo Guru
Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!