Talvez o segredo das amizades duradouras sejam o implacável barranco entre a convivência confortavelmente invasiva e o recolhimento carinhoso do respeito.

Por Murillo Leal

A amizade genuína não vive apenas de telefonemas frequentes, de cerimônias protocolares, de obrigações solenes.

Ela está justamente nos churrascos de datas improvisadas e nos acasos mais providenciais.

Há uma certa beleza na amizade sem cobrança.

É bonito quando ninguém sente-se menos amigo por desleixo.

Algumas amizades apenas são.

Faço sim questão de entender que amizade de verdade não dá em árvore!

E por isso, preciso alimentá-las com eventuais farturas, mas quando não podemos estar sempre presente, estamos diante do pecado irreversível do amor natural.

Há amizades que simplesmente resistem a toda impessoalidade, distância e acaso.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Seu Amigo Guru
Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!