Filhos constroem uma nova casa e realizam o sonho de seu pai que faleceu de covid

Por Cristofer García

Silvio Cufré foi o primeiro trabalhador de saúde a morrer de COVID-19 na Província de Buenos Aires, porém sua família não deixou sua memória e seus sonhos desaparecerem e com o dinheiro da indenização construíram a casa que ele tanto queria em vida.

Os profissionais de saúde merecem o reconhecimento de toda a população, pela titânica tarefa que desempenham no combate à pandemia COVID-19, razão pela qual muitos destes profissionais morreram. Mas eles não serão esquecidos.

Silvio Cufre, 47, foi o primeiro especialista na área da saúde a falecer por essa doença na Província de Buenos Aires, Argentina, e sua família pretende mantê-lo vivo tanto a memória quanto os seus sonhos. Recentemente, eles realizaram um deles.

casa
Luciano Thieb

Este pai de 6 filhos trabalhou incansavelmente no hospital para construir uma nova casa para sua família, mas morreu antes de ver seu desejo se tornar realidade. Recentemente a família conseguiu construir a casa que Silvio tanto queria e não hesitou em homenageá-lo.

“Deus é nosso pai” pode ser lido em tinta vermelha nas paredes de sua nova casa, simples, construída bem em frente à sua antiga casa. Para a família, tudo o que aconteceu com o pai foi culpa do Instituto Brandsen, onde trabalhava e que não o avisou que tinha estado em contato próximo com doentes infectados.

casa1
Luciano Thieberger

Com muita dor, eles se lembram das últimas palavras de Silvio, dedicadas a um de seus filhos quando este morria com febre de 40 graus Celsius, segundo o Clarín, essas foram as suas palavras: “Quando eu voltar farei para você o pão-de-ló que sua mãe comprava, como todos os anos, é assim que comemoraremos o aniversário”, disse ele pela última vez.

“Ele contraiu o vírus trabalhando e cuidando de outros seres humanos. Ele não saiu em busca da doença, apenas nunca lhe disseram que ele estava cuidando de duas pessoas com COVID-19. Se Silvio fosse o segundo enfermeiro a morrer, seu nome não existiria e María José (sua esposa) estaria vivendo nas piores condições”, disse sua cunhada, Silvia, que desde então tem ajudado a família.

filhos-constroem-casa-para-o-pai-falecido
Luciano Thieberger

“É difícil de superar, mas a vida será conduzida por caminhos impensáveis. Sem ter concluído os estudos, me tornei gerente, contadora, advogada … ”, acrescentou.

Também se encarregou de retirar as crianças da escola, devido aos casos de violência que sofriam, e conseguiu lhes atendimento psicológico para saber como realizar o processo pelo qual estavam passando.

filhos-constroem-casa-para-o-pai-falecido1
Luciano Thieberger

Quando a família recebeu a indenização pela morte de Silvio, cerca de 5 meses após sua morte, eles não hesitaram em investir na casa o dinheiro que o pai lembrado sempre quis. Eles só não conseguiram finalizar os detalhes.

“Nicolás, Agustín, Matías, Gabriel e os gémeos Giuliana e Brisa têm grandes expectativas com a casa. Para eles, os espaços são enormes. Ter aquecimento no inverno e um quarto próprio é muito para nós. Imagino a cara deles no dia em que acabar”, comentou Silvia.

“A previsão é que seja neste mês. Resta completar uma parte do teto, a pintura e mais alguma coisa”, acrescentou.

pai-faleceu-de-covid
Família cufré

Ao entrar na casa, para homenagear seu pai, é possível ver uma fotografia dele junto com a frase “Papai é Deus”.

*DA REDAÇÃO SAG. Com informações UPSOCL.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Seu Amigo Guru
Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!