Fé: Tenha humildade, e se espelhe na coragem de Maria

Deus gosta de surpreender.

Basta considerar a Virgem Maria.

Que surpresa!

Quem poderia prever que essa pequena adolescente de Nazaré poderia conceber o Filho de Deus? Ela foi escolhida porque era uma maravilha, entenda:

Primeiro, ela era pequena; isto é, ela era jovem.

No costume de seu dia, uma mulher entrava em um casamento combinado antes mesmo de se sentar no SAT. Então ela era uma novata.

Segundo, ela era uma mulher. As mulheres na Palestina do primeiro século eram frequentemente consideradas propriedade; destinados ao trabalho doméstico, ao prazer sexual e à fabricação de herdeiros do sexo masculino.

E a terceira: ela era de Nazaré. Chamar Nazaré de sua casa era reivindicar uma das regiões mais rebeldes do Império. Era um Jalalabad ou Aleppo do mundo antigo.

Então, quando se diz:

“Maria era apenas uma garotinha de Nazaré”, essa é uma afirmação carregada de características surpreendentes.

Ela tinha a idade errada, o sexo errado e a vizinhança errada. No entanto, essas responsabilidades se tornaram os próprios caminhos para o futuro de Maria. Essas coisas a mantinham em um lugar de dependência e submissão a Deus.

Um homem chamado Irineu foi um dos primeiros cristãos a pensar seriamente sobre o advento e seu significado. Ele chegou à conclusão de que o exemplo de santa rendição de Maria era um padrão para todos nós; e ele usou um título cintilante para ela.

Ele disse:

“Maria é a ruína dos nós”.

Maria pegou a bagunça emaranhada que lhe fora dada e resolveu-a persistentemente, superando todos os seus desafios de maneiras surpreendentes.

O Papa Francisco diz o mesmo. Falando dessa menininha de Nazaré, ele diz:

“Existem problemas e lutas que enfrentamos que formam um emaranhado cada vez mais doloroso e difícil de desfazer. Mas até os nós mais emaranhados são soltos pela graça de Deus”.

E então Francisco disse:

“Maria primeiro concebeu Jesus com fé quando disse ‘Sim’ à mensagem que Deus lhe deu.

E o que aconteceu na Virgem Maria também acontece dentro de nós.

Crer em Jesus significa dar a ele nossa carne com a humildade e coragem de Maria, para que ele possa continuar a habitar em nosso meio.

Que Maria nos ajude a dizer ‘Sim’, para estar aberto às surpresas de Deus, pois tudo o que ele nos dá é um presente – até mesmo nossas fraquezas – para que ele possa se tornar nossa força”.

*Traduzido e adaptado por REDAÇÃO Seu Amigo Guru. Escrito por Ronnie McBrayer é colunista, blogueiro, pastor e autor de vários livros, publicado originalmente em Detroit New

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Seu Amigo Guru
Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!