“Eu não sou um herói”: enfermeiro fala sobre a angústia e o medo de lutar contra o COVID-19

Por Constanza Suárez

“Não estou pronto para morrer”, disse KP Mendoza em uma mensagem emocional no Facebook. Ele aprecia os aplausos, mas confessa que a situação estressante não muda com eles.

Ansiedade, cansaço, culpa e frustração invadiram a vida do enfermeiro KP Mendoza.

Seu trabalho durante a pandemia o esgotou completamente, e o medo de contrair o coronavírus contaminou seus dias. Então ele escreveu sobre isso em seu Facebook e o texto se tornou viral.


Facebook KP Mendoza

Aos 24 anos, Mendoza é saudável, mas tratar pacientes com COVID-19, usando a mesma máscara N95 por horas e até dias seguidos, o levou a criar pensamento constantes que o levaram a temer sua própria morte. Ele também confessou que acredita que os Estados Unidos não estavam preparados para uma pandemia.


Facebook KP Mendoza

Leia o texto que ele escreveu:

“Quando me formei no meu programa de enfermagem em 2018, nunca pensei que esse seria o meu futuro com apenas dois anos no campo. Eu pensei que estava pronto para ver a morte de perto; Eu já tinha visto o suficiente no meu primeiro ano na UTI. No entanto, nas últimas duas semanas, vi mais pessoas morrerem do que a maioria das pessoas em suas vidas inteiras. Agora, não tenho tanta certeza se a morte é algo que estou disposto a ver mais”, escreveu ele em sua conta.

Mendoza expressou esse turbilhão de emoções no Facebook. Desde então, suas palavras cheias de emoção, verdade e incertezas já foram compartilhadas mais de 132 mil vezes, recebendo também mensagens cheias de agradecimentos e elogios.

Ele segue:

“Aplausos para mim e outros profissionais da saúde às sete horas, tendem a fazer com que essa pandemia pareça mais suportável. Eu admito, seus aplausos nos ajudam a seguir em frente. Mas também sei que os gritos não mudam o resultado. Este é meu pedido fervoroso: que mudemos o que pudermos depois que tudo isso terminar”, disse Mendoza.

Mendoza é enfermeiro de cirurgia e transplante de UTI do Hospital Mount Sinai, em Nova York, e reitera a frase que deu título ao seu post:

“Eu não sou um herói. Eu não estou pronto para morrer.”


Facebook KP Mendoza

O jovem que estudou na Universidade de Nova York em 2018, explicou ao Business Insider que ele não procura ser um “mártir”.

“Este é o meu primeiro emprego e não me inscrevi para morrer porque não estava suficientemente protegido.

Não estou aqui para mitigar minha própria morte.

Estou aqui para fazer um bom trabalho e voltar para casa vivo, e voltar no dia seguinte para continuar fazendo um bom trabalho ”, acrescentou.

Como as cirurgias eletivas foram descontinuadas, Mendoza só se dedica aos pacientes com COVID-19 desde o início de março.

*DA REDAÇÃO SEU AMIGO GURU. Tradução e adaptação UPSOCL

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS




Seu Amigo Guru
Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!