“Eu não quero que Deus retire os problemas da minha vida, eu quero que Deus modifique meu jeito de olhar para eles”.

Essa afirmação feita pelo Padre Fábio de Melo chega como uma bomba em ouvidos aflitos que acreditam que não irão suportar mais os problemas em que vivem.

Nessa ocasião o padre sabiamente explicou que sofrer não é o principal problema da vida das pessoas, ele, na verdade deveria ser visto como o grande impulsionador de aprendizados que nos ajuda a adquirir a sabedoria que a vida exige.

Ele compara com a dor do momento do parto, diz que já sofremos logo ao nascer, e que esse início nos fortalece, como acontece com a borboleta que precisa fortalecer seus músculos para sair do casulo se esforçando para que posteriormente possa desenvolver a força necessária que “voar” exige.

Os problemas que enfrentamos são nossos grandes impulsionadores para o voo da vida, mas muitos insistem em confundir sofrimento com tristeza, e quando algum problema que exige esforço as atingem, elas preferem viver na tristeza, cair deprimidas, do que se colocar no mundo de cara limpa e enfrentar os problemas de frente.

Porque quando aceitamos os problemas como uma forma que Deus tem de nos dizer onde estamos errando, quando paramos para analisar o que Ele quer dizer com tudo aquilo, se silenciamos sem reclamar, aceitando os desígnios e nos inclinando ao serviço, reconhecendo que temos limites que nos impedem, mas que podemos e devemos mudar nossas limitações, Deus age, e o maior milagre é operado.

Porque Deus muda nosso jeito de ver a vida!

Deus quer que sejamos sábios, que aprendamos com os erros, tanto os nossos, quanto os dos outros que convivem conosco. Nada passa batido para Deus, tudo tem um motivo de ser, e se nos atentamos para o aprendizado que está nas entrelinhas do sofrimento, conseguimos renascer para um novo dia, com uma nova atitude, e com muita gratidão pelo aprendizado oferecido por Ele.

Entendamos que devemos para de acreditar que devemos fugir do sofrimento, que devemos abandonar o que nos faz sofrer, porque sem sofrimento ninguém voa.

Tenha coragem de passar pelo seu sofrimento, porque se você for contar o que se passa com você, certamente, mais umas milhares de pessoas contarão que estão passando pelo mesmo, porque sofrer, não é privilégio de ninguém, todos sofrem.

O que você deve pedir a Deus, não que ele tire o sofrimento da sua vida, é que ele te ajude a não se sentir triste e vitimizado, que você consiga aprender a lição e seguir em frente, porque a lição que chega junto ao sofrimento, para quem consegue receber sem cair em tristeza profunda, mas apenas com resiliência e aceitação, é a melhor herança de Deus.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Iara Fonseca
Jornalista, poeta, educadora social, fundadora e editora de conteúdo do Rede de Ideias: PRODUÇÃO DE CONTEÚDO. Seu interior é intenso, sempre foi, transforma suas angustias em textos que ajudam muito mais a ela própria do que a quem lê. As vezes se pega relendo seus textos para tentar colocar em prática aquilo que, ela mesma, sabe que é difícil. Acredita que viemos aqui para aprender a ser, a cada dia, um pouco melhor, para si mesmo, e para o outro!